índice

Abiquim: venda de produtos químicos sobe no 1º bimestre

Em relação a janeiro deste ano, o indicador de fevereiro encolheu 7,24%

Da AE
Da AE
Publicado em 21/03/2014 às 15:38
Leitura:

O índice de vendas de produtos químicos medido pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) encerrou o primeiro bimestre deste ano com expansão de 3,27% em relação a igual período de 2013. Os números preliminares divulgados nesta sexta-feira (21) também apontam um incremento de 4,63% nas vendas em fevereiro, na comparação com o mesmo período do ano passado. Em relação a janeiro deste ano, o indicador de fevereiro encolheu 7,24%.

"As empresas aproveitaram o início do ano, que tradicionalmente é mais calmo no setor, para realizar paradas programadas para manutenção, impactando a produção. Além das paradas, o mês de fevereiro teve três dias a menos do que janeiro, o que acaba tendo impacto em um setor que opera em regime de processo contínuo", explicou em nota a entidade.

Esses dois fatores contribuíram para que a taxa de utilização do setor no bimestre atingisse 78%, dois pontos porcentuais a menos do que no mesmo período de 2013. Em fevereiro, particularmente, a taxa de utilização da capacidade instalada ficou em 73%, dez pontos porcentuais abaixo da marca de janeiro e cinco pontos aquém da taxa relativa ao segundo mês de 2013.

O índice de produção no bimestre encolheu 3,21% em igual base comparativa, contribuindo para uma queda de 0,5% no indicador de Consumo Aparente Nacional (CAN). "Entretanto, tomando os dados dos últimos 12 meses encerrados em fevereiro, em relação aos 12 meses imediatamente anteriores, o CAN cresceu expressivos 6,5%", ponderou a Abiquim. A maior parte dessa alta foi atendida pelas importações, cuja variação foi de 16,7% no período.

"Além de perder espaço para os importados, gerando emprego e riqueza fora do País, o segmento também não tem conseguido elevar suas exportações, o que é mais uma prova da perda de capacidade de competição no mercado internacional", alerta em nota a diretora de Economia e Estatística da Abiquim, Fátima Giovanna Coviello Ferreira.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias