regras

Governo anuncia alteração na produção de fibras ópticas

Há uma portaria específica para o produto industrializado na Zona Franca de Manaus e outra para o restante do País

Karol Albuquerque
Karol Albuquerque
Publicado em 05/09/2014 às 17:07
Leitura:

O governo federal alterou regras do Processo Produtivo Básico (PPB) para fibras ópticas. Portarias interministeriais com as mudanças foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (5). Há uma portaria específica para o produto industrializado na Zona Franca de Manaus e outra para o restante do País. 

As duas regras citam que o PPB passa a ser o seguinte: processamento físico-químico que resulte na obtenção de pré-forma, puxamento da fibra, testes e embalagem. Será admitida a realização da etapa de puxamento de fibra por terceiros, desde que efetuada no País. "Fica dispensado o atendimento ao inciso I (processamento físico-químico que resulte na obtenção de pré-forma) para um porcentual máximo de 20% da quantidade anual de fibras ópticas, em comprimento, produzidas pela empresa, nos termos deste artigo, no ano-calendário", cita a regra.

Sempre que fatores técnicos ou econômicos exigirem, a realização de qualquer etapa do Processo Produtivo Básico poderá ser suspensa temporariamente ou modificada, por meio de portaria conjunta dos Ministros de Estado do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e da Ciência, Tecnologia e Inovação. 

Outras decisões divulgadas nesta sexta indeferiram pleitos de alteração do PPB para aparelho telefônico por fio conjugado com aparelho telefônico portátil sem fio.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias