Queda

CNDL: venda a prazo do Dia das Crianças cai 1,5%

O indicador foi calculado com base no banco de dados do SPC Brasil e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas

Carolina Sá Leitão
Carolina Sá Leitão
Publicado em 13/10/2014 às 19:27
Leitura:

As vendas a prazo no Brasil caíram 1,5% na semana que antecedeu o Dia da Criança, em relação a igual período de 2013. O resultado foi o pior dos últimos cinco anos. O indicador foi calculado com base no banco de dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Exceto a Páscoa, o comércio apresentou resultados negativos nas demais datas comemorativas deste ano. Para o presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Junior, os juros elevados, a inflação mais alta e a inadimplência crescente estão desestimulando o consumo a prazo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias