Mercado

Indicadores da FGV que avaliam mercado de trabalho apresentam piora

Resultado confirma uma tendência de piora no mercado de trabalho, já observada ao longo de 2014

Da Agência Brasil
Da Agência Brasil
Publicado em 12/02/2015 às 9:09
Foto: Agência Brasil
Resultado confirma uma tendência de piora no mercado de trabalho, já observada ao longo de 2014 - FOTO: Foto: Agência Brasil
Leitura:

Dois indicadores de avaliação do mercado de trabalho da Fundação Getulio Vargas (FGV) tiveram piora na passagem de dezembro de 2014 para janeiro deste ano. O Indicador Coincidente de Desemprego, que considera a percepção dos consumidores sobre a situação atual do mercado de trabalho, piorou 4,8% no período.

Segundo a FGV, o resultado confirma uma tendência de piora no mercado de trabalho, já observada ao longo de 2014.

O Indicador Antecedente de Emprego, que busca antecipar a tendência do mercado de trabalho nos próximos meses com base na opinião de consumidores e empresários da indústria e de serviços, caiu 2,4%.

A queda foi puxada principalmente pela piora dos indicadores de tendência de negócios da indústria (que caiu 9,2%) e do setor de serviços (que recuou 7,6%). A avaliação dos consumidores sobre a disponibilidade de emprego futuro caiu 5,8%.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias