Novidade

Pernambuco ganha voo direto para Cabo Verde

Conexão será a primeira para o continente africano

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 25/02/2015 às 17:21
Foto: Hesíodo Góes/JC Imagem
Conexão será a primeira para o continente africano - FOTO: Foto: Hesíodo Góes/JC Imagem
Leitura:

Depois da conexão direta para Buenos Aires, Pernambuco terá mais rotas internacionais a partir do dia 5 de junho. A linha operada pela TACV - Cabo Verde Airlines fará ligação para Lisboa (Portugal), Paris (França) e Amsterdã (Holanda). A cidade de Praia, capital de Cabo Verde, servirá como escala para os voos já citados, sendo o primeiro para um país africano. A escala no país africano permitirá o facilitamento dos negócios com a África Ocidental, já que o arquipélago fica localizado a uma hora de voo do área continental.

O anúncio das rotas foi feito nesta quarta-feira (25) no auditório do Centro do Artesanato de Pernambuco, localizado no Marco Zero do Recife e contou com a presença do secretário de Turismo de Pernambuco, Felipe Carreras, do presidente da Empetur, Luís Eduardo Antunes, do embaixador do Cabo Verde no Brasil, Domingos Mascarenhas, além de empresários locais.

A aeronave — um Boeing 737-800 — fará voos semanais, sempre aos sábados, partindo da capital pernambucana à 0h30, com previsão de seis horas de viagem. O retorno ao Recife será às sextas, sempre às 20h30. As reservas das passagens já podem ser feitas nas agências de viagens ou através do próprio site da companhia: www.flytacv.com. O voo para Lisboa custará US$ 720. Para Paris, o valor é de US$ 901,20. Já para Amsterdã, o preço é de US$ 921,20. Todos os valores já estão com as taxas incluídas.

Pernambuco, com essa novidade, passará a contar com seis voos internacionais. Além de Praia (Cabo Verde), Lisboa, Miami (EUA), Cidade do Panamá, Frankfurt (Alemanha) e Buenos Aires (Argentina) já fazem parte do roteiro do Estado.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias