VALE

Ferreira avalia volatilidade do preço do minério em lançamento do S11D

O S11D é o maior projeto de mineração do mundo e produzirá minério de ferro ao custo de US$ 7,7 por tonelada

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 17/12/2016 às 14:02
Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado
O S11D é o maior projeto de mineração do mundo e produzirá minério de ferro ao custo de US$ 7,7 por tonelada - FOTO: Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado
Leitura:

O presidente da Vale, Murilo Ferreira, afirmou hoje que a empresa sempre teve confiança no projeto S11D, no Pará, mesmo num cenário de volatilidade no preço do minério de ferro - o S11D, inaugurado hoje, é o maior projeto de mineração do mundo e produzirá minério de ferro ao custo de US$ 7,7 por tonelada, 41% menos do que a média.

"Tivemos o desafio de implantar uma das maiores operações de minério de ferro do mundo, mesmo diante de incertezas", disse Ferreira, durante a abertura do evento de inauguração do projeto O executivo lembrou que, em 2011, quando a Vale tomou a decisão de levar o S11D adiante, o minério de ferro era negociado a US$ 191/tonelada, mas que, em janeiro deste ano, a chegou ao patamar de US$ 37/tonelada. "Foi uma perda de 80% em nossa receita".

DIFICULDADES

Ferreira ainda agradeceu os membros do conselho de administração da Vale, ressaltando que todos sempre apoiaram a continuidade do projeto, mesmo no cenário de dificuldades. "Levamos o S11D com uma inabalável confiança na recuperação e no crescimento", disse "Sabemos que o Brasil passa por uma dificuldade muito grande, mas nem por isso demos as costas ao passado grandioso da Vale". 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias