GOLPE

Google e Facebook levam golpe de criminoso na internet e perdem US$ 100 milhões

Um único criminoso, o lituano Evaldas Rimasauskas foi o responsável pela ação, de acordo com investigações do FBI

Editoria de Economia
Editoria de Economia
Publicado em 28/04/2017 às 16:10
Foto: KAREN BLEIER / AFP
Um único criminoso, o lituano Evaldas Rimasauskas foi o responsável pela ação, de acordo com investigações do FBI - FOTO: Foto: KAREN BLEIER / AFP
Leitura:

O Google e o Facebook, duas das maiores empresas de tecnologia do mundo, foram vítimas de um golpe que conseguiu roubar US$ 100 milhões (mais de R$ 310 milhões) das companhias.

Um único criminoso, o lituano Evaldas Rimasauskas, foi o responsável pela ação, de acordo com investigações do FBI. Ele enviava faturas e carimbos corporativos falsos em nome de uma fornecedora de componentes eletrônicos taiwanesa chamada 'Quanta Computer'. Desde 2013, Evaldas se passava pelo CEO dessa marca e utilizava o material falso para enganar as empresas, convencendo-as a fazer grandes transferências em dinheiros que se espalharam por bancos no leste europeu.

À Fortune, revista de negócios americana, o Facebook declarou ter recuperado boa parte do dinheiro, assim como o Google. Vale ressaltar que as duas companhias estão constantemente alertando seus clientes a usarem a internet com atenção, além de adotarem políticas de privacidade e segurança cada vez mais fortes.

Nota pública

Apesar do desvio, o caso pode não ter sido significativo o suficiente para merecer uma nota pública, seja ela direcionada aos investidores ou à imprensa, de acordo com a Fortune. Tanto para o Google, quanto para o Facebook, o valor roubado (US$ 100 milhões) é considerado irrisório. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias