Pane

Não consegue esperar o Whatsapp voltar a funcionar? Conheça apps que podem substituí-lo

Aplicativo apresentou instabilidade e deixou de funcionar em todo o mundo na noite desta quarta-feira

JC Online
JC Online
Publicado em 03/05/2017 às 19:09
Foto: AFP
Aplicativo apresentou instabilidade e deixou de funcionar em todo o mundo na noite desta quarta-feira - FOTO: Foto: AFP
Leitura:

ATUALIZADA ÀS 21H51

Com o Whatsapp fora do ar em várias partes do mundo por algumas na noite desta quarta-feira (3), muitos usuários do aplicativo se sentiram "órfãos" da plataforma de troca de mensagens. O que algumas pessoas não sabem é que a ferramenta não é a única disponível para tal fim, havendo várias outras que podem ser instaladas gratuitamente em dispositivos móveis.

Um dos aplicativos mais populares entre estes é o Telegram. Muito parecido com o Whatsapp, ele oferece vários recursos que o concorrente também tem, como conversas em grupo, por exemplo. Por outro lado, a plataforma não possibilita que o usuário realize ligações telefônicas.

» Usuários usam a internet para reclamar de problema no WhatsApp

Outra ferramenta bem popular é o Skype. Administrado pela Microsoft, ele permite que o usuário troque mensagens individuais e em grupo por vídeo ou texto. Se o objetivo é trocar apenas mensagens de texto, uma alternativa é usar o Kik Messenger.

» Usuários tiram sarro de pane no Whatsapp e pedem solução a Zuckerberg

Quem possui conta no Google já deve conhecer o Hangouts. O programa permite até que videoconferências sejam realizadas. Caso você queira fazer ligações telefônicas, o Viber pode ser uma boa opção, pois, além do serviço, a plataforma possibilita a troca de mensagens de texto.

FALHA

O problema na operação do aplicativo foi registrada em todo o mundo e confirmada pela empresa, que disse estar trabalhando para a volta à normalidade das operações. As causas do problema, no entanto, não foram divulgadas pela empresa.

Popularidade

Com cerca de 1 bilhão de usuários ao redor do mundo, o Whatsapp é o aplicativo de mensagens instantâneas mais utilizado no Brasil. Em 2014, o Whatsapp foi comprado pelo Facebook por U$ 19 bilhões. O valor foi superior ao orçamento anual da Nasa, a agência espacial americana, na época, de U$ 17 bilhões.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias