MINISTRO DA FAZENDA

Meirelles: com crise política, PIB deve subir menos do que o projetado

O ministro avaliou que a crise política tem, na margem, efeito sobre a média de crescimento econômico, mas não é algo dramático

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 28/06/2017 às 15:38
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
O ministro avaliou que a crise política tem, na margem, efeito sobre a média de crescimento econômico, mas não é algo dramático - FOTO: Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Leitura:

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, revelou nesta quarta-feira (28) que o governo está revendo a projeção sobre o desempenho da economia neste ano. Meirelles avaliou que a crise política tem, na margem, efeito sobre a média de crescimento econômico, mas não é algo dramático.

Após participar de encontro com investidores promovido pelo Citi, Meirelles reafirmou a expectativa de retomada do crescimento econômico, mas adiantou que o PIB deve subir menos do que a taxa de 0,5% das projeções da equipe econômica.

Crescimento da economia no último trimestre do ano

O titular da pasta da Fazenda disse também que a previsão do governo de crescimento de 2,7% da economia no último trimestre do ano ante o mesmo período de 2016 ganhou viés de baixa. Ainda assim, ressaltou que a tendência é de crescimento superior a 2% nessa base de comparação.

"De fato, a projeção tem certo viés de baixa, mas nada abaixo de 2%", disse Meirelles. Ele citou que, antes de anunciar as novas projeções, o governo acompanha a evolução dos índices de confiança, que vem sofrendo com a crise política - embora o ministro tenha dito que a pasta não tem se preocupado sobre os fatores que influenciam na perda de confiança na economia.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias