Desemprego

Desemprego sobe em março e atinge 13,7 milhões de pessoas

Pernambuco terminou o ano de 2017 com uma taxa de desempregados de 17,6%, ficando atrás apenas do Amapá, com 17,7%

Maria Eduarda Bravo
Maria Eduarda Bravo
Publicado em 27/04/2018 às 9:07
Foto: EBC
Pernambuco terminou o ano de 2017 com uma taxa de desempregados de 17,6%, ficando atrás apenas do Amapá, com 17,7% - FOTO: Foto: EBC
Leitura:

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estáticas (IBGE), por meio da pesquisa Pnad Contínua, revelou nesta sexta-feira (27) que o desemprego no Brasil foi de 13,1% no primeiro trimestre deste ano. Ou seja, significa que 13,7 milhões de brasileiros estão desempregados no Brasil nos três primeiros meses de 2018.

Com relação ao trimestre anterior (11,8%), a taxa subiu, mas caiu na comparação com o mesmo trimestre de 2017 (13,7%). A pesquisa não usa só os trimestres tradicionais, mas períodos móveis (como fevereiro, março e abril; março, abril e maio etc.)

Outros dados

Ainda existem outros dados sobre desemprego apresentados pelo Ministério do Trabalho, com base no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). Os dados são mais restritos porque consideram apenas os empregos com carteira assinada.

Pernambuco

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta sexta-feira (23), números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) trimestral, apontando que Pernambuco terminou o ano de 2017 com uma taxa de desempregados de 17,6%, ficando atrás apenas do Amapá, com 17,7%.

Esse percentual é superior ao índice levantado no último trimestre de 2017 (outubro, novembro e dezembro), quando o Estado apontava 16,8% de pessoas desocupadas. No período, Pernambuco também ficou em segundo lugar, atrás do Amapá (18,8%)

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias