VAREJO

Comércio vai abrir aos domingos

De olhos nas vendas de fim de ano, lojistas preparam-se para abrir as portas a partir do próximo domingo

Saulo Moreira
Saulo Moreira
Publicado em 06/11/2013 às 11:01
Foto: Alexandro Auller/Acervo JC Imagem
De olhos nas vendas de fim de ano, lojistas preparam-se para abrir as portas a partir do próximo domingo - Foto: Alexandro Auller/Acervo JC Imagem
Leitura:

A partir deste final de semana, o comércio do Centro do Recife só fechará no dia 25 de dezembro. Contando com o dia de hoje, serão 49 dias ininterruptos de movimentação, incluindo domingos e feriados. Neste período, as lojas esperam criar uma maratona de compras, que será iniciada antes mesmo da chegada do 13º no bolso do consumidor, cuja primeira parcela será depositada no final deste mês.

“O décimo-terceiro é muito importante. É ele quem motiva todo o consumo, o pessoal sai de casa para comprar e a maior parte do benefício vem para o comércio”, argumenta o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas do Recife (CDL-Recife), Eduardo Catão.“Vale a pena abrir as lojas antes do pagamento do 13º. Tem loja que não acredita nisso e não abre, mas no ano passado quem abriu gostou. Esse tempo maior serve para o cliente se acostumar com o horário extra”, salienta.

Nos dias de semana e aos sábados, o comércio do Centro funciona das 8h às 18h. Durante os dias especiais, as lojas estão previstas para abrir das 9h às 17h. No último sábado, feriado do Dia de Finados, as lojas do Centro tiveram uma amostra do que virá nos próximos finais de semana. Algumas delas abriram suas portas e o resultado foi a formação de picos de engarrafamento de quem vinha da região sul da cidade. A retenção foi ocasionada pelo maior fluxo de carros para um dia de feriado, que atualmente passa a disputar espaço com a ciclofaixa móvel da Prefeitura do Recife.

Catão não acredita que a junção desses dois fatores vai provocar dificuldades de acesso ao Centro do Recife nos dias de domingos e feriados. “Naturalmente há um fluxo menor de carros, pois não funcionam repartições, bancos. Então é uma boa oportunidade para vir com a família”, diz. Ele lembra que uma das melhores formas de se chegar ao Centro é de ônibus, que durante domingos e feriados tem o preço reduzido pela metade. O executivo acredita que nos dois últimos dias antes do Natal o movimento das lojas chegarão ao pico.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias