EFICIÊNCIA

Celpe faz programa para vender geladeira com preços abaixo do mercado

Iniciativa pode ter a adesão dos consumidores da tarifa social da distribuidora. A iniciativa contribui para reduzir o consumo

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 21/03/2014 às 16:19
Leitura:

Os clientes enquadrados na tarifa social da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) poderão adquirir geladeiras com o preço abaixo do encontrado no mercado. A empresa está disponibilizando três modelos diferentes do eletrodoméstico a serem vendidos por valores que variam de R$ 369 a R$ 769, valores que podem ser parcelados em até 10 vezes sem juros. O modelo mais barato que é o de R$ 369 poderá ser pago em 10 prestações de R$ 36,90. A iniciativa faz parte do Projeto Nova Geladeira desenvolvido dentro do Programa de Eficiência Energética da distribuidora e pode resultar numa economia com a conta de energia no final do mês.


Uma geladeira velha em má condição de uso pode ser responsável por até 70% da conta de energia mensal de um consumidor da tarifa social. Geralmente, quando esse consumidor troca de eletrodoméstico também tem uma redução no preço do serviço. As geladeiras que serão vendidas têm o selo Procel, que confirma que o equipamento é eficiente no uso da energia.

Dentre as geladeiras oferecidas pelo programa, o mais simples é o refrigerador de uma porta da marca Cônsul que custará R$ 369. A opção intermediária é a geladeira Esmaltec, de duas portas, disponível nas cores branca e inox, que sairá por R$ 460, também podendo ser dividido em até 10 parcelas de R$ 46. Já a Cônsul Frost Free, de duas portas, será vendida para esses consumidores por R$ 769 ou 10 vezes de R$ 76,90.

Para comprar os equipamentos subsidiados, o consumidor deve comprovar ser cliente da Celpe, ter mais de 18 anos, não possuir débito com a concessionária, estar com o fornecimento de energia regular, possuir média mensal de consumo de 80 quilowatt-hora nos últimos 12 meses e ser inscrito na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE).

O cliente que vai comprar a geladeira nova precisa ter outra velha para “trocar” pelo eletrodoméstico novo.
Segundo informações da Celpe, o cliente que não está inscrito na TSEE e é titular de um Número de Inscrição Social (NIS) ou Benefício de Prestação Continuada (BPC) pode fazer a inscrição da Tarifa Social e ter direito à compra do refrigerador, bastando apresentar a última conta de energia, NIS ou BPC, identidade e CPF numa das lojas Insinuante que participam do programa. Os estabelecimentos credenciados pela Celpe para realizar a venda são as da Avenida Barreto de Menezes, em Prazeres; da Rua da Concórdia no Centro do Recife; e da Rua Siqueira Campos, no Centro de Paulista. Na iniciativa, serão disponibilizados 6 mil eletrodomésticos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias