Negócios

Colégio Motivo marca sua entrada em Casa Forte com a compra do Mater Christi

Marca será mantida e a partir do próximo ano passa a disponibilizar ensino médio

Da Editoria de Economia
Da Editoria de Economia
Publicado em 10/09/2015 às 10:23
Diego Nigro/JC Imagem
Marca será mantida e a partir do próximo ano passa a disponibilizar ensino médio - FOTO: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

O tradicional colégio Mater Christi, que funciona há 44 anos em Casa Forte, foi adquirido pelo Colégio Motivo e agora faz parte da rede Somos Educação. A marca da unidade de ensino será mantida, mas a partir de 2016 a escola passará a disponibilizar para seus alunos também o ensino médio na escola da Zona Norte. Os valores da aquisição não foram divulgados.

Segundo o diretor geral do Colégio Motivo, o professor Eduardo Belo, todo o corpo de funcionários do Mater Christi deve ser mantido. “São profissionais de excelência que poderão agregar muito à rede do Motivo. Da mesma forma, acreditamos que os nossos professores de ensino médio poderão também atender às novas turmas (que serão três, uma de cada ano), sem a necessidade de contratarmos mais profissionais”, afirma.

A unidade tampouco deve passar por grandes reformas em seu espaço físico. Uma equipe formada por engenheiros e arquitetos já deu início ao estudo de preparação do local para receber as novas turmas de ensino médio. “É mais uma questão de adaptação. O Mater Christi passou por uma reforma recente e vamos preservar a atratividade do local, que possui uma área verde de aproximadamente 10 mil m², além de um casarão tombado”, explica o diretor do Motivo. As mensalidades da escola também devem permanecer praticamente inalterados. “O colégio já praticava um valor muito próximo ao nosso, então isso não deve ser uma preocupação”, completa.

Com a aquisição da escola de Casa Forte e com as unidades em Caruaru e Petrolina, além do Motivo de Boa Viagem, a rede chegará aos cinco mil alunos no Estado. “Foi-se o tempo em que um colégio poderia reunir estudantes de diversas partes da cidade. Com o problema de mobilidade que enfrentamos hoje, os pais preferem a comodidade de matricular seus filhos numa escola da região, por isso a aquisição do Mater Christi faz parte da nossa estratégia de atender essa demanda”, conta Belo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias