Negócios

Feiras superam a crise e comemoram resultado positivo de negócios e público

Fimmepe movimentou R$ 210 milhões, superando os R$ 150 milhões de 2014

Da Editoria de Economia
Da Editoria de Economia
Publicado em 28/10/2015 às 7:00
Divulgação
Fimmepe movimentou R$ 210 milhões, superando os R$ 150 milhões de 2014 - FOTO: Divulgação
Leitura:

Em tempos de crise, a Reed Exhibition Alcantara Machado comemora resultados acima da expectativa na realização de quatro feiras no Nordeste, que foram realizadas este mês no Recife. Fimmepe - Mecânica Nordeste, Forind Nordeste, Movimat Nordeste e Feicon Batimat registraram crescimento de visitantes e de movimentação financeira. Em sua 21ª edição, a Fimmepe movimentou R$ 210 milhões em negócios, superando os R$ 150 milhões cravados em 2014.

“Os corredores do pavilhão de feiras do Centro de Convenções de Pernambuco ficaram cheios. O segredo do bom desempenho é resultado das estratégias adotadas. Trouxemos assuntos de interesse dos empresários, a exemplo do projeto de energias renováveis; trouxemos mais conteúdo para dentro dos eventos (com realização de seminários, palestras e debates); apostamos em inovação e sustentabilidade e demos atenção diferenciada aos compradores vips”, detalha a diretora da Reed Exhibitions Tatiana Menezes.

Participando da Fimmepe pela primeira vez, o empresário Leonardo Leão diz que a realização de negócios superou suas expectativas. “Dei um tiro certo em participar. Esperava fechar R$ 200 mil em negócios, mas assinei R$ 2 milhões em contratos ao longo da feira e esse valor poderá subir para R$ 5 milhões nas conversas pós-feira”, comemora, lembrando que a Blues Sun Brasil projetos de implantação de placas solares. Durante a feira foram fechados contratos com clientes pessoa física e da área comercial.

O presidente do Sindicato das Indústrias Mecânicas, Metalúrgicas e de Material Elétrico de Pernambuco (Simmepe), Alexandre Valença, diz que o resultado desta edição da Fimmepe em um ano de cenário controverso consolida o evento como forte instrumento de geração de negócios e estímulo à modernização do parque industrial.

Este ano, a Fimmepe aguardava um público de 11 mil visitantes, mas fechou além da expectativa, contabilizando 15.357 pessoas. Um dos motivos foi a união das diversas feiras no mesmo pavilhão.

Últimas notícias