Indústria naval

Estaleiro Atlântico Sul lança ao mar novo navio construído no Estado

Encomenda total do empreendimento prevê entrega de 15 navios

Da Editoia de Economia
Da Editoia de Economia
Publicado em 22/10/2016 às 7:00
Ricardo B.Labastier/JC Imagem
Encomenda total do empreendimento prevê entrega de 15 navios - FOTO: Ricardo B.Labastier/JC Imagem
Leitura:

O Estaleiro Atlântico Sul (EAS), no Complexo de Suape, lançou ao mar o nono navio construído pelo empreendimento. Batizado de Milton Santos (geógrafo baiano considerado um dos maiores pensadores da atividade no País), o petroleiro é o penúltimo da série de suezmax que serão entregues à Transpetro.

O lançamento ao mar significa que a embarcação já foi edificada dentro do dique seco e depois vai para o cais, onde passa por acabamento e faz os testes antes de ser entregue ao cliente. Procurada pelo JC, a Transpetro informou que a entrega técnica do navio está prevista para o primeiro trimestre do próximo ano. Para 2017, também está prevista a entrada em operação do décimo suezmax do EAS (ainda sem nome).

CRONOGRAMA

Desde o início do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef), o Atlântico Sul assinou contrato para a construção de 22 navios para a Transpetro (braço de transporte da Petrobras). Mas com os problemas de corrupção e o processo de desinvestimento da petrolífera, a empresa cancelou os contratos de sete navios, restando 15 (sendo dez suezmax e cinco aframax).

Os últimos suezmax serão entregues em 2017, enquanto três aframax três têm previsão de viagem inaugural para 2018 e outros dois para 2019. Para evitar a dependência da companhia, o EAS está fechando contrato de cinco navios com a Satco (que tem braço em Cingapura).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias