Investimento

Nova adutora irá abastecer oito municípios no polo têxtil do Agreste

Serão empregados R$ 70 milhões na obra

Yasmin Freitas
Yasmin Freitas
Publicado em 25/05/2017 às 14:12
Foto: JC Imagem
Serão empregados R$ 70 milhões na obra - Foto: JC Imagem
Leitura:

O Governo do Estado autorizou nesta quinta-feira (25) a construção da adutora do Alto Capibaribe, que irá beneficiar oito municípios do polo de confecções do Agreste. As obras serão conduzidas pela Companhia de Saneamento de Pernambuco (Compesa) e terão investimento de R$ 70 milhões.

Quando concluída, a adutora terá 51 quilômetros de extensão e seu abastecimento se dará através do Rio Paraíba, localizado entre as cidades de Barra de São Miguel e o Açude Boqueirão. A água virá do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco. A expectativa é de beneficiar 230 mil pessoas.

De acordo com o presidente da Compesa, Roberto Tavares, a Adutora do Alto Capibaribe deve ficar pronta em seis meses a partir do início das obras. A previsão inicial é final deste ano ou início de 2018. A estrutura contará com duas estações de bombeamento, com uma vazão de 350 litros por segundo.

“A obra definitiva para resolver a questão hídrica do Agreste Pernambucano é a Adutora do Agreste, que, infelizmente, ficou praticamente parada entre 2015 e 2016, só voltando a ter  maiores recursos liberados pelo Governo Federal em meados do ano passado. Com planejamento, anunciamos diversas obras, como a Adutora do Moxotó, a Adutora do Sirigi, a Adutora do Pirangi e, agora, a Adutora do Alto Capibaribe”, explica o governador Paulo Câmara. Pirangi já foi entregue, Sirigi será inaugurada nas próximas semanas, enquanto a Adutora do Moxotó ficará pronta em novembro deste ano.

No total, serão beneficiadas 230 mil pessoas de oito municípios. São eles Santa Cruz do Capibaribe, Jataúba, Toritama, Vertentes, Vertente do Lério, Santa Maria do Cambucá, Taquaritinga do Norte e Frei Miguelinho.Indiretamente, os municípios de Riacho das Almas, Cumaru, Passira e Salgadinho também serão beneficiados, pois haverá mais água disponível no Sistema Sirigi.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias