ENERGIA

Modelo de privatização da Eletrobras será apresentado ainda este mês, diz ministro

Em visita ao Estaleiro Atlântico Sul, ministro Fernando Filho garantiu que modelagem sai até o fim de setembro

JC Online
JC Online
Publicado em 11/09/2017 às 11:53
Foto: JC Imagem
Em visita ao Estaleiro Atlântico Sul, ministro Fernando Filho garantiu que modelagem sai até o fim de setembro - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

O ministro de Minas e Energia, Fernando Filho, anunciou que a modelagem do plano de desestatização da Eletrobras deve ser apresentado até o fim deste mês. Nesta semana, serão realizadas reuniões com representantes dos ministérios de Minas e Energia, Fazenda e Planejamento para definir os últimos detalhes.

"Essa semana, teremos reuniões para definir até 80% do modelo do plano de desestatização. A ideia é pulverizar o capital no mercado acionário, vão ter vários acionistas, mas assim como acontece em outras empresas, como Embraer e Vale, o papel do governo é ainda muito significativo", disse o ministro Fernando Filho durante visita ao Estaleiro Atlântico Sul.

 

A privatização da Eletrobras foi anunciada no mês passado. A expectativa do governo é de arrecadar cerca de R$ 20 bilhões com a venda e trazer mais eficiência para a estatal. "Não temos nenhum outro país desenvolvido que tem o Estado como acionista majoritário de uma empresa de energia. Eu tenho convicção de que a Eletrobras, saindo e passando por esse processo caminha para ser uma das maiores empresas de energia elétrica do mundo. Hoje, na situação que está, briga para poder sobreviver", complementa o ministro.

CHESF

Parte dos recursos da privatização da Eletrobras serão destinados ao programa de revitalização do Rio São Francisco, por meio da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf). A determinação é do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), que publicou na última sexta-feira (01/09) no Diário Oficial da União (DOU) uma retificação de uma resolução sobre a desestatização da Eletrobras. A resolução também prevê a oferta de parte das ações da companhia para seus empregados das empresas que a companhia controla.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias