Compras

Black Friday começa tranquila no Recife

Movimento mais intenso acontece nas lojas de variedades, mas sem registro de tumultos e correria

JC Online
JC Online
Publicado em 24/11/2017 às 6:53
Foto: Paloma Amorim/divulgação
FOTO: Foto: Paloma Amorim/divulgação
Leitura:

Apesar das promoções dessa sexta-feira (24), dia marcado para a realização da Black Friday, o ritmo de compras pelas lojas do Recife tem sido tranquilo. A exceção fica por conta das lojas de variedades, que apresentam bom movimento desde as primeiras horas da manhã, com consumidores em busca sobretudo de cosméticos, fraldas e outros ítens de menor preço.

A reportagem do JC não encontrou grande movimentação de pessoas no início da manhã, por volta das 5h, entre as ruas da Concórdia, da Palma e das Calçadas, no Centro da cidade. Com o passar o dia, o movimento ficou mais intenso, mas sem registro de tumultos e correria.

Foto: Paloma Amorim/divulgação
Movimentação no Shopping RioMar nesta Black Friday - Foto: Paloma Amorim/divulgação
Foto: Paloma Amorim/divulgação
Movimentação no Shopping RioMar nesta Black Friday - Foto: Paloma Amorim/divulgação
Foto: Paloma Amorim/divulgação
Lojas de departamento são as mais procuradas nesta Black Friday - Foto: Paloma Amorim/divulgação
Foto: Paloma Amorim/divulgação
Lojas de departamento são as mais procuradas nesta Black Friday - Foto: Paloma Amorim/divulgação

No Shopping RioMar, no bairro do Pina, na Zona Sul, o fluxo de clientes tem sido maior que o normal, mas sem registros de transtornos e com destaque para as lojas de departamento, onde há maior procura para itens pequenos, como cosméticos em geral. Nesta sexta, os shoppings da cidade vão operar em horário estendido devido à Black Friday.

Ainda nesta manhã, o empresário Antônio Carlos Coelho, 40 anos, reclamou da mudança de preço de uma fritadeira em uma loja de departamento, no Shopping Recife, no bairro de Boa Viagem, na Zona Sul. No vídeo, ele explica que o desconto divulgado no cartaz do produto não corresponde ao que foi informado pelo gerente da loja aos clientes.

Segundo o Ebit, empresa que acompanha os dados do comércio eletrônico, 81% dos consumidores pretendem comprar na Black Friday e 41% vão antecipar as compras para o Natal, com movimentação de cerca de R$ 2,5 bilhões em todo o Brasil, um crescimento de 15% em relação a 2016.

ENQUETE

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias