Cesta de Natal

Itens da cesta natalina registram alta nos preços, diz Procon-PE

Vinte e três produtos da cesta estão com preços mais elevados, segundo o órgão

Fiamma Lira
Fiamma Lira
Publicado em 18/12/2017 às 12:48
Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Vinte e três produtos da cesta estão com preços mais elevados, segundo o órgão - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/ JC Imagem
Leitura:

Há menos de uma semana para o Natal, o Procon-PE divulgou uma pesquisa realizada em 10 estabelecimentos da Região Metropolitana, sendo nove localizados no Recife e um em Olinda com os preços dos itens utilizados na cesta natalina. Dos 35 produtos avaliados, 23 itens tiveram aumento nos valores, 21 registraram queda nos preços, em relação a 2016 e um permaneceu com o mesmo valor. Entre os produtos com aumentos nos valores estão: o espumante Cereser, com 18,45%; o panetone de frutas, com 15,93% e o azeite de oliva, com 14,79%.

O Abacaxi em caldas, com 34,10%; pêssego em caldas, com 28,52%, queijo do reino da marca Regina com 20,57% e o queijo provolone tirolez, 20,85%, foram os itens que registraram redução nos preços.

O vinho tinto suave teve uma variação de 181,07%, entre os locais pesquisados. O menor valor custa R$ 7,29 e o maior preço R$ 20,49.

Orientações

O Gerente Geral do Procon-PE Erivaldo Coutinho destaca a importância da pesquisa. "O consumidor deve fazer comparativos e ir aos estabelecimentos que oferecem propostas mais vantajosa", afirma. Outro ponto essencial é analisar o estado do produto a ser comprado. "O consumidor deve verificar se o produto está dentro da validade e com condições adequada de higiene", informa. Coutinho ainda complementa que os consumidores que se sentirem lesados devem procurar o Procon-PE nos telefones (81) 3181-7004 e 0800 282 1512 e outros órgãos de defesa. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias