Goiana

Terceiro turno da fábrica da Jeep gera mais empregos em Pernambuco

O anúncio foi feito nesta sexta-feira (23) em solenidade com Temer e ministros

Amanda Azevedo
Amanda Azevedo
Publicado em 23/03/2018 às 20:49
Foto: Guga Matos / JC Imagem
O anúncio foi feito nesta sexta-feira (23) em solenidade com Temer e ministros - FOTO: Foto: Guga Matos / JC Imagem
Leitura:

Durante a visita nesta sexta-feira (23) do presidente Michel Temer a fábrica da Fiat em Goiana, na Região Metropolitana do Recife, anunciou que vai agora irá produzir em três turnos.

Com isso, a empresa passa a funcionar 24 horas por dia e já foram criados mais 1.500 postos de trabalho para dar conta da demanda.

Desse modo, o Polo Automotivo terá capacidade de atingir a produção máxima, que é de 250 mil automóveis por ano. A empresa é responsável por fabricar o Jeep Renegade e Compass, além da picape Fiat Toro.

O motivo para a alavancada na produção, de acordo com a própria empresa, é o crescimento nas exportações e o mercado interno em recuperação. Essa decisão impacta não só o Polo Automotivo, mas também o complexo portuário de Suape, que é o responsável pelas exportações do grupo Fiat no Estado.

O ritmo acelerado acabou gerando mais empregos e possibilidade de aumento no número de vagas. "As contratações devem seguir até o final do ano. Com o início do novo turno, o Polo passa a operar em ciclo ininterrupto", disse a empresa.

Polo Automotivo de Goiana: Três anos de bons resultados

Só no ano passado foram produzidos 179 mil veículos no Polo Automotivo Jeep. Paulo Câmara (PSB-PE), governador do Estado, esteve presente no anúncio e reafirmou o compromisso de Pernambuco com a empresa. "Hoje a Fiat em Goiana é um exemplo. Faz automóveis premiados. Tem um conjunto de empregados que dão conta do trabalho. Isso mostra também, que a visão política de desenvolvimento regional passa por iniciativas como essa", afirmou o governador.

Com a inauguração do terceiro turno, aq auntidade de funcionários salta para mais de 13.600, dos quais 4.850 são colaboradores na planta automotiva Jeep, 5.660 do parque de fornecedores e 3.100 terceirizados.

O evento teve a presença, além do governador de Pernambuco, do presidente mundial da Fiat Chrysler Automobiles (FCA), Sergio Marchionne, do presidente Michel Temer, do ministro Mendonça Filho e outros políticos.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias