estado de emergência

Mais de 90 municípios de PE continuam em estado de emergência

A maioria dos postos não tem gasolina ou álcool para oferecer ao transporte de serviços considerados essenciais

Maria Eduarda Bravo
Maria Eduarda Bravo
Publicado em 30/05/2018 às 10:50
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
A maioria dos postos não tem gasolina ou álcool para oferecer ao transporte de serviços considerados essenciais - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Devido à escassez de combustível, 95 municípios do estado de Pernambuco ainda permanecem em situação de emergência. A maioria dos postos não tem gasolina ou álcool para oferecer ao transporte de serviços considerados essenciais. E ainda, estão prejudicados serviços como saúde e educação. A lista das cidades foi divulgada pela Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe) nesta quarta-feira (30).

Confira os municípios que permanecem em estado de emergência:

Afogados da Ingazeira

Afrânio

Agrestina

Água Preta

Águas Belas

Alagoinha

Aliança

Altinho

Amaraji

Arcoverde

Belo Jardim

Bom Jardim

Bonito

Brejão

Brejo da Madre de Deus

Cabo de Santo Agostinho

Cachoeirinha

Caetés

Camaragibe

Camocim de São Félix

Capoeiras

Carnaíba

Carpina

Caruaru

Chã Grande

Condado

Cortês

Cumaru

Cupira

 Custódia

Dormentes

Escada

Exu

Feira Nova

Flores

Gameleira

Garanhuns

Gravatá

Iati

Ibirajuba

Igarassu

Iguaraci

Inajá

Ingazeira

Ipojuca

Itaíba

Itaquitinga

Jaboatão dos Guararapes

Jaqueira

Lagoa do Carro

Lagoa do Itaenga

Lagoa dos Gatos

Lajedo

Moreno

Olinda

Palmeirina

Panelas

Paranatama

Passira

Paudalho

Pesqueira

Pombos

Primavera

Quixaba

Riacho das Almas

Rio Formoso

Sairé

Salgueiro

Santa Cruz da Baixa Verde

Santa Maria da Boa Vista

São Benedito do Sul

São Bento do Una

São Caetano

São João

São Joaquim do Monte

São José da Coroa Grande

São Lourenço da Mata

São Vicente Férrer

Sirinhaém

Sertânia

Solidão

Surubim

Tabira

Tacaimbó

Tamandaré

Taquaritinga do Norte

Terra Nova

Toritama

Tracunhaém

Trindade

Triunfo

Verdejante

Vertente do Lério

Vertentes e Xexéu.

Normalização

Depois de 10 dias, a greve dos caminhoneiros, iniciada na última segunda-feira (21), parece estar se encaminhando para seu fim. Em entrevista à Rádio Jornal, o governador de Pernambuco Paulo Câmara garantiu que o objetivo neste momento é de normalizar a situação das cidades pernambucanas. O político ainda afirmou que para esta quarta-feira (30), serão disponibilizados cerca de 1000 caminhões, que realizarão viagens rápidas ao Porto de Suape. "Serão disponibilizados 1000 caminhões, que farão viagens no menor tempo possível", explicou o governador.

O governador ainda explicou que para tentar desbloquear todas as estradas de Pernambuco, o governo se reunirá ainda nesta manhã com o Exército, para agir em conjunto com a Polícia Federal. "Algumas estradas ainda estão bloqueadas, por isso a conversa com o Exército. Estamos acompanhando a situação de outras BRs, e assim chegue combustível, gás e outros produtos para os cidadãos", sintetizou Paulo.

Quando questionado sobre o esquema do feriado desta quinta-feira (30), Paulo Câmara contou que aproveitará o momento de lugares fechados para normalizar ainda mais a situação da crise dos combustíveis. " Vamos trabalhar normalmente, o ponto facultativo será só na sexta. O momento é de normalizar as cidades pernambucanas. E até que esteja estabelecido, vamos aproveitar o feriado de amanhã", contou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias