EXPORTAÇÃO

Fábrica da Jeep vai parar de produzir por três dias

Queda nas exportações de veículos para a Argentina motivou a paralisação programada

Edilson Vieira
Edilson Vieira
Publicado em 06/10/2018 às 8:31
Foto: divulgação
Queda nas exportações de veículos para a Argentina motivou a paralisação programada - FOTO: Foto: divulgação
Leitura:

O polo automotivo FCA/Jeep, em Goiana, Região Metropolitana do Recife, vai paralisar a produção de veículos por três dias neste mês de outubro em virtude da redução das importações para a Argentina, principal mercado de exportação da FCA para a América Latina. A interrupção na produção se dará nos dias 15, 19 e 23. Cerca de três mil veículos deixarão de sair das linhas de montagem neste período.

Esta é a segunda vez que a Jeep suspende a fabricação de carros por conta da crise no país portenho. No final de agosto passado, a fábrica interrompeu a produção por 15 dias e deu férias coletivas a parte dos funcionários. Naquela data, a FCA explicou através de nota que a parada técnica era em virtude “da persistência das condições de mercado”. Os três dias de paralisação atingirão apenas a linha de produção, os demais setores da fábrica funcionarão normalmente. O polo automotivo de Goiana produz 930 veículos por dia dos modelos Jeep Renegade e Compass e Fiat Toro.

O momento de dificuldade nas exportações não é exclusividade da FCA/Jeep. Segundo a associação nacional de fabricantes de veículos (Anfavea), o resultado das exportações ´na indústria automotiva brasileira continua impactado pela baixa das compras da Argentina e do México. No mês passado, 39,4 mil unidades cruzaram as fronteiras, decréscimo de 34,5% em relação a setembro de 2017, quando foram registradas exportações de 60,2 mil unidades. Em relação a agosto deste ano, a redução foi de 29,7%. A projeção da Anfavea é que o ano termine com uma retração de 8,6% nas exportações. De janeiro a setembro deste ano, o acumulado é de 524,3 mil unidades exportadas. No mesmo período de 2017 foram 570 mil unidades em nove meses.

JEEP

Em três anos de operação, o polo Automotivo Jeep viu sua produção crescer e a participação no mercado interno aumentar.
O Jeep Compass fabricado em Goiana é líder de venda no segmento SUV (sport utility vehicle), e está entre os dez carros mais vendidos no País. No ano passado, 179 mil veículos foram produzidos na planta de Goiana. A capacidade plena da fábrica é de 250 mil veículos por ano. Com a abertura do terceiro turno de produção, em março deste ano, o número de trabalhadores do polo atingiu 13.600 funcionários, sendo 4.850 colaboradores na planta automotiva Jeep, 5.660 no parque de fornecedores e outros 3.100 terceirizados.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias