Estiagem

Seca faz governo decretar situação de emergência em 61 cidades

Agreste sente os prejuízos de mais um período de estiagem no Estado

JC Online
JC Online
Publicado em 21/01/2020 às 12:45
Notícia
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Agreste sente os prejuízos de mais um período de estiagem no Estado - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Em Pernambuco, 61 cidades do Agreste tiveram situação de emergência decretada por conta da seca. O governador Paulo Câmara publicou decreto no Diário Oficial do último sábado (18) declarando a situação de emergência por um período de 180 dias.

O decreto permite que os municípios possam buscar recursos junto aos governos estadual e federal para diminuir os problemas causados pela estiagem prolongada. Cada gestor municipal deve avaliar suas necessidades para pedir ajuda com carro-pipa, máquina para perfuração de poços, dinheiro e outros.

No Diário Oficial, o governo destaca que a seca está trazendo “perdas significativas na agropecuária” e que “os habitantes dos municípios afetados não têm condições satisfatórias de superar os danos e prejuízos provocados pelo evento adverso, haja vista a situação socioeconômica desfavorável da região”.

SECA NAS CIDADES 

Na lista das cidades beneficiadas pelo decreto estão:

Agrestina, Águas Belas, Alagoinha, Altinho, Angelim, Belo Jardim, Bezerros, Bom Conselho, Bom Jardim, Brejão, Brejo da Madre de Deus, Buíque, Cachoerinha, Caetés, Calçados, Canhotinho, Capoeiras, Casinhas, Cumaru, Cupira, Feira Nova, Frei Miguelinho, Garanhuns, Gravatá, Iati, Ibirajuba, Itaíba, Jataúba, João Alfredo, Jucati, Jupi. Jurema, Lagoa do Ouro, Lajedo, Limoeiro, Orobó, Paranatama, Passira, Pesqueira, Pedra, Poção, Riacho das Almas, Sairé, Saloá, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, Santa Maria so Cambucá, São Bento do Una, São Caetano, São João, São Joaquim do Monte, São Vicente Férrer, Surubim, Tacaimbó, Taquaritinga do Norte, Terezinha, Toritama, Tupanatinga, Venturosa, Vertente do Lério e Vertentes. 

Últimas notícias