Turismo

Carnaval de Pernambuco é de fazer o turista chorar

Não se trata só de seguir o bloco ou ver a orquestra passar, mas de sentir na pele, viver e perpetuar tradições centenárias do Carnaval

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 22/02/2020 às 7:07
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

Cada brasileiro, como todo bom pernambucano, deveria ter a chance, depois de esperar um ano, de se meter na nossa brincadeira. Nem que seja pra chorar quando o dia amanhece e obriga o frevo acabar na Quarta-feira ingrata. Mas só depois de aguardar ansiosamente o galo ficar de pé para acordar o Recife; de se emocionar ao ver o Homem da Meia Noite passar quando são doze em ponto e a Lua cheia clareia os Quatro Cantos; de se arrepiar ao ouvir tambores silenciosos; ou de aclamar todo o esplendor de Olinda, cantando ao som dos clarins de Momo, entre confetes e serpentinas, o quanto o Carnaval faz vibrar coração, a sonhar de amor.

Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
- Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem
- Foto: Felipe Ribeiro/JC Imagem

>> 'Olinda quero cantar a ti esta canção' - Aprenda a cantar o hino do Elefante de Olinda

>> Conheça a história da sombrinha de frevo: símbolo do Carnaval de Pernambuco 

 

 

Não se trata só de seguir o bloco ou ver a orquestra passar, mas de sentir na pele, viver e perpetuar tradições centenárias, encarnadas em calungas, caboclos de lança, caretas, papangus e caiporas, da Região Metropolitana ao Sertão.

 

 


>> Conheça as sete maravilhas do Carnaval de Pernambuco

PACOTE COMPLETO DE CARNAVAL

É esse "pacote" que Pernambuco tem a oferecer aos dois milhões de turistas que devem vir ao Estado neste período momesco, segundo projeção da Secretaria de Turismo e Lazer. No Aeroporto do Recife, TIP e Terminal Marítimo, passistas já convidam os visitantes a entrar no clima e cair no frevo.

 

 

>> Veja a programação completa do Carnaval do Recife

>> Veja a programação completa do Carnaval de Olinda

POLÍTICA NA FOLIA

A festa é tão bonita e diversa que atrai não só foliões. Na última semana, estiveram por aqui o Ministro do Turismo (MTur), Marcelo Álvaro Antônio, e o presidente da Embratur, o pernambucano Gilson Machado. A propaganda em vídeo da "visita técnica" (seja lá o que pra eles isso signifique) foi publicada no Twitter do MTur. Feio é o governo federal fazer proselitismo político e demonstrar que recursos para marketing próprio não faltam mesmo sem ter investido nenhum centavo no mais tradicional Carnaval de rua do País.    

>> Abertura do Carnaval do Recife tem críticas a Bolsonaro e exaltação a jornalistas 

Somente a folia do Recife é estimada em R$ 25 milhões, sendo que cerca de R$ 7 milhões são de patrocínio. No caso de Olinda, o custo gira em torno de R$ 8 milhões, com 70% custeado pela iniciativa privada. Da Empetur, o aporte gira em torno de R$ 4,8 milhões nas apresentações e shows programados em 48 polos apoiados em todo o Estado. 

>> Quem leva a melhor na guerra por patrocínio 

 

 

O retorno vem com a movimentação de R$ 2 bilhões na economia esperados para 2020, considerando toda a cadeia de produtos e serviços que a festa estimula. No turismo, a hotelaria já comemora ocupação média acima de 95%. 

São visitantes que passam, em média, 8,6 dias por aqui, vindos principalmente de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia e Ceará. De fora do País, a maioria é de argentinos, franceses e norte-americanos, segundo pesquisa de 2019 da Empetur. 

>> Azul inaugura voo entre o Recife e Buenos Aires

>> Por que 9 de fevereiro é o dia do frevo? 

>> A volta ao mundo em torno do Carnaval

Entre os locais preferidos dos turistas estão os polos do Bairro do Recife, Olinda e Galo da Madrugada. Se eles gostam da festa? 96% dizem que recomendariam para outras pessoas e 81% voltariam outras vezes, provavelmente contagiados por essa embriaguez, que entra na cabeça, depois toma o corpo e acaba no pé. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias