Arena

Mais uma preocupação para a Copa das Confederações

Além de ter de cumprir prazos apertados, Recife deve melhorar escoamento de água das chuvas

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 14/06/2012 às 22:24
Leitura:

Nos últimos dois dias, o Recife sofreu com alagamentos de ruas e avenidas importantes provocados pela chuva. Transtornos que não podem se repetir daqui a exatamente um ano, quando terá início a Copa das Confederações, no dia 15 de junho de 2013. O detalhe é que o evento, assim como a Copa do Mundo de 2014, ocorre justamente no período chuvoso.

Infográfico

Arena - 14.6.2012

Conscientes da situação, governo do Estado e Prefeitura do Recife prometem ações para evitar esse tipo de problema em vias protocolares, identificadas pela Fifa como de acesso para destinos importantes além da Arena, como pontos turísticos, rede hoteleira e aeroporto. É o caso de vias como a Agamenon Magalhães, Abdias de Carvalho, Caxangá, Avenida Norte, Avenida Recife e Mascarenhas de Morais (Imbiribeira).

“Claro que é uma situação que preocupa. Não se trata apenas de construir (vias urbanas), mas permitir o seu pleno funcionamento. A prefeitura sabe disso e já está concluindo um levantamento das dificuldades e suas respectivas soluções”, disse o secretário estadual da Copa, Ricardo Leitão.

O problema é que falta apenas um ano para a Copa das Confederações. “A cidade tem problemas complexos de escoamento da água que vem de muito tempo, mas estamos trabalhando para resolvê-los não somente para os dois eventos, como também para servir de legado para a população. A Emlurb (Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana) está concluindo os projetos, detalhando as obras que já têm recursos garantidos e as que não têm. Algumas vão precisar de investimentos estadual e federal”, declarou o secretário municipal da Copa, Amir Schvartz, acrescentando que algumas ações já estão sendo realizadas, como a limpeza de canais.

Em relação às 13 obras de mobilidade urbana previstas para ficarem prontas para a Copa das Confederações, seis são prioritárias (quadro ao lado). São elas: duplicação da BR-408 e construção do viaduto sobre a rodovia, construção do Ramal da Copa, da Estação de metrô e do Terminal Integrado Cosme e Damião, além da construção do Terminal Integrado do TIP.

Leia mais na edição desta sexta-feira (15/06) do JC

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias