BASTIDORES

Início da Rio 2016 fez Neymar procurar 'um buraco para se esconder'

Seleção brasileira empatou os dois primeiros jogos nas Olimpíadas de 2016

JC Online
JC Online
Publicado em 11/05/2018 às 21:45
MARTIN BERNETTI/AFP
Neymar protagonizou o ouro olímpico de 2016 - FOTO: MARTIN BERNETTI/AFP
Leitura:

A conquista do inédito ouro olímpico na Rio 2016 não foi feita apenas por glórias. No início, a seleção brasileira "capengou" diante de adversários fracos, como África do Sul (2x2) e Iraque (0x0). Os tropeços fizeram Neymar, maior estrela daquele time, "procurar um buraco para se esconder". A declaração foi dada a Zico, em um vídeo que será publicado no seu canal no YouTube em breve.

“No início, foi brabo. Estava procurando um buraco para me esconder. Não sabia o que fazer mais, estava ‘P’ da vida. E aí o Renato Augusto bate no meu quarto, estava tudo escuro e não queria ver ninguém. Ele disse: ‘Se você achar um buraco, acha um para mim também”, revelou o camisa 10 da seleção brasileira.

SOLUÇÃO

A solução para reencontrar o bom futebol foi uma reorganização tática da equipe, mudando o lado de campo em que Neymar atuava. A entrada do atacante Luan, do Grêmio, também teve um papel importante.

"Conversamos e vimos o que precisava fazer para mudar o nosso jeito de jogar. Começamos a conversar sobre tática, ele disse que eu jogando na esquerda estava muito marcado. Decidimos falar com o Micale (técnico da seleção olímpica). Mudamos totalmente a tática do time, foi aí que o Luan entrou, o time embalou e pegou confiança”, completou.

Últimas notícias