copa da rússia

Torcedores sul-americanos começam a deixar Rússia com clima de Copa

Para a alegria da nação, a previsão é que cerca de 60 mil brasileiros saiam do Brasil, em direção à terras russas

JC Online com Agências
JC Online com Agências
Publicado em 11/06/2018 às 8:32
Foto: AFP
FOTO: Foto: AFP
Leitura:

A Copa do Mundo desse ano é na Rússia, mas o destaque na capital Moscou já está sendo outras nações. Desde o último domingo (10), o país vive o clima da copa graças a chegada de torcedores de vários países, que como sempre, os mais animados foram os sul-americanos, com destaque para os povos da Colômbia, Argentina, Uruguai, Peru e, claro, do Brasil, que deixaram o local muito mais colorido.

Foto: AFP
Desde o último domingo, o país vive o clima da copa graças a chegada de torcedores de vários países - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: CBF
E para a alegria da nação, está previsto que cerca de 60 mil brasileiros compareçam em terras russas - Foto: CBF
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
No total, mais de 2,4 milhões de entradas foram vendidas para a Copa da Rússia - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP

Ingressos

E para a alegria da nação, a previsão é que cerca de 60 mil brasileiros saiam do Brasil, em direção à terras russas, confirmou a estimativa realizada pelo Itamaraty e pelo ministério do Esporte, na última sexta-feira (8).

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, admitiu que a chegada de tantos brasileiros na Rússia causará um "estresse" na rede consular no país, localizada em Moscou. Para auxiliar, o ministro alegou que instalará postos consulares nas cidades de Sóchi, Kazan, Samara, Rostov e São Petersburgo. De acordo com a Fifa , o Brasil foi o terceiro país que mais solicitou ingressos para os jogos da Copa do Mundo, com 72 mil bilhetes comprados. 

A lista divulgada pela entidade colocou a Rússia em primeiro e os Estados Unidos na vice-liderança. No total, mais de 2,4 milhões de entradas foram vendidas.

Redes sociais

O que daria uma mistura de Copa de Mundo e brasileiro? Claro que a resposta seria memes! E já há menos de uma semana do evento mais importante do mundo esportivo, os brasileiros já dominam os trends topics do Twitter com a hashtag #SOUNACOPA.

 

 

 

Muitos brasileiros aproveitaram para relembrar a partida entre Brasil e Alemanha na Copa do Mundo de 2014. 

 

 

 

Guia para os brasileiros

Para evitar que imprevistos prejudiquem a viagem dos turistas ao principal evento de futebol do planeta, o governo brasileiro preparou, em versões impressa e digital, o Guia Consular do Torcedor Brasileiro.

Além de trazer informações úteis para o viajante desfrutar dessa experiência única, o guia pode ajudar o brasileiro a evitar situações indesejadas em um país com tradições culturais diversas do Brasil como, por exemplo, pagar multa e ser deportado por “demonstrações homoafetivas em ambientes públicos”, que pode ser enquadrado como “propaganda de relações sexuais não tradicionais feita a menores”, segundo a legislação local.

O guia sugere também que se evite manifestações públicas sobre temas políticos, ideológicos e sociais. Até mesmo o uso de bandeiras estrangeiras em praças e edifícios públicos podem resultar em problemas para o brasileiro desavisado. Nesse caso, a pena é bem menor, restrita à apreensão do símbolo augusto da paz, conforme descrito em nosso Hino da Bandeira.

"Este guia orientará os visitantes brasileiros em todos os aspectos. Desde normas, até comportamento e requisitos para a entrada, disse o ministro das Relações Exteriores, durante o lançamento da publicação. 

O Guia Consular do Torcedor Brasileiro também aborda questões relativas ao clima, fuso horários, idioma, transporte, voltagem (que na Rússia é de 220/240v, com frequência de 50hz), segurança, transportes, câmbio e serviços bancários e comerciais. Além disso, apresenta telefones úteis e endereços importantes, com indicação no Google Maps, como de hospitais, estádios, hotéis, embaixada e postos consulares nas cidades de Sochi, Rostov, Samara, Kazan e São Petersburgo.

Também aborda questões burocráticas daquele país, em especial relativas a documentação. No caso do passaporte, o guia alerta que serão impedidos de entrar na Rússia pessoas portando passaportes com validade inferior a seis meses. Também alerta que as autoridades policiais podem exigir passaporte ou o cartão migratório que é entregue aos visitantes, para verificar o status migratório do indivíduo. No caso desses dois documentos, o guia informa também o que fazer em caso de perda.

Últimas notícias