Copa do Mundo

Adversário das oitavas, México não fez gol no Brasil em Copas

Será o quinto confronto entre as duas seleções em Mundiais

JC Online
JC Online
Publicado em 27/06/2018 às 17:00
Foto: AFP
FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Se depender da história e dos números, o Brasil sai na frente do México nas oitavas de final da Copa do Mundo. Em Mundiais, o duelo na Rússia será o quinto entre as duas seleções na história. Nos outros quatro, três vitórias da Canarinho e um empate. Os mexicanos, além de não terem vencido a seleção brasileira, não fizeram sequer um gol. Agora, os dois se enfrentam na próxima segunda (2), a partir das 11h, em Samara.

O primeiro duelo aconteceu em 1950, na Copa em solo brasileiro. Vitória incontestável da seleção brasileira: 4x0, com gols de Ademir Menezes (2x), Jair e Baltazar. Quatro anos depois, na Suíça, mais uma goleada, com triunfo por 5x0. Os tentos foram marcados por Baltazar, Didi, Pinga (2x) e Julinho Botelho. Na campanha do bicampeonato, no Chile em 1962, Pelé e Zagallo marcaram no 2x0.

Foto: AFP
Seleção brasileira faz aquecimento para a partida contra a Sérvia - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
Torcedores brasileiros festejam à espera da partida contra a Sérvia - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
Brasil vence Sérvia no último enfrentamento da fase de grupos - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
Brasil vence Sérvia no último enfrentamento da fase de grupos - Foto: AFP
Foto: AFP
Thiago Silva faz o segundo gol no jogo da Seleção contra a Sérvia - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
Marcelo sai da partida no primeiro tempo com dor na lombar - Foto: AFP

EM CASA

Além da boa vitória de 1950, o México também enfrentou o Brasil na volta dos Mundiais para o País. Na Arena Castelão, em 2014, o goleiro Ochoa fechou a barra e as equipes ficaram no 0x0, na segunda partida da seleção brasielira na Copa.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias