BICAMPEÃO

Didier Deschamps iguala feito de Zagallo e Beckenbauer

O técnico se tornou campeão como jogador e treinador, assim como o brasileiro e o alemão

Leonardo Vasconcelos
Leonardo Vasconcelos
Publicado em 15/07/2018 às 14:30
Foto: AFP
FOTO: Foto: AFP
Leitura:

O brasileiro Mário Zagallo, o alemão Franz Beckenbauer e agora o francês Didier Deschamps. Apenas eles alcançaram a glória de ser campeões mundiais como jogadores e treinadores. O francês levantou a taça da Copa do Mundo de 1998 e neste domingo (15) levou a sua seleção a ganhar a sua segunda estrela. 

"Eu não estou pensando em mim, mas evidentemente eu sinto orgulho disso. É preciso ganhar títulos. Me fez tão mal perder o título de perder a Eurocopa. Mas isso serviu para nos dar mais força. O jogo pertence aos jogadores, foram eles que ganharam a partida, eles que são campeões do mundo", afirmou Deschamps. 

O treinador destacou a atuação do seu time. "Eu estou feliz por esse grupo porque já temos uma longa jornada, nunca foi algo simples. É resultado de muito trabalho. Passamos por alguns momentos difíceis, mas agora eles estão no teto do mundo por quatro anos", disse.

Foto: AFP
Após 20 anos, a França levanta a tão famosa taça de campeã do mundo - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
Jogadores franceses comemoram o 1º lugar na Copa do Mundo - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
Comemoração dos franceses ao final da partida contra a Croácia - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
A França amplia e faz 3 x 1 contra a Croácia - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
A França vira o placar e faz 2 x 1 com um gol de pênalti de Griezmann - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
A Croácia empata a partida com o gol de Ivan Periši? -
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Franceses abrem o placar com um gol contra da Croácia -
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
Jogadores estão em campo para fazer o pré-aquecimento para o ultimo jogo da Copa - Foto: AFP
Foto: AFP
Torcida francesa se concentra nos arredores da Torre Eiffel à espera da partida da Copa do Mundo - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
Croatas e franceses se enfrentam neste domingo na final da Copa da Rússia - Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP

 

CARREIRA

Como jogador, Deschamps atuou em grandes clubes como Olympique de Marselha, Juventus e Chelsea. Foi vencedor duas vezes da Liga dos Campeões e venceu diversos campeonatos nacionais. A caminhada como técnico começou assim que encerrou sua carreira como jogador. Em 2001 assumiu o Monaco, da França, e alcançou o vice-campeonato da Liga dos Campeões em 2004. Foi campeão da Série B com a Juventus em 2007 e, em 2009, assumiu o Olympique de Marselha. Lá, foi campeão da Copa da Liga Francesa e do Campeonato Francês na mesma temporada..

Em 2012 foi convidado para treinar a seleção francesa. Passou por sufoco nas Eliminatórias para a Copa de 2014, vencendo a Ucrânia na repescagem. Segundo o próprio Deschamps, aquela vitória salvou seu cargo na seleção. Em 2016 foi finalista da Eurocopa, sendo derrotado para Portugal. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias