Liga dos Campeões da Europa

Manchester estuda como parar o trio Xavi, Iniesta e Messi

Time inglês encara o Barcelona no dia 28 deste mês pela final da competição

Moisés Holanda
Moisés Holanda
Publicado em 09/05/2011 às 16:12
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

Com o título do Campeonato Inglês praticamente ganho pelo Manchester United, o técnico Alex Ferguson está trabalhando em uma estratégia de jogo para tentar barrar o trio de craques do Barcelona, formado por Lionel Messi, Andres Iniesta e Xavi Hernandez, na final da Liga dos Campeões da Europa.

O Manchester United foi completamente dominado na final da Liga dos Campeões de 2009, vencida pelo Barcelona por 2x0, e Ferguson quer vingar a derrota no dia 28 de maio, em Londres, no Estádio de Wembley, para faturar o quarto título europeu do time inglês. Caso a equipe fature o título nacional na próxima rodada alguns jogadores serão poupados nas rodadas finais do Campeonato Inglês.

"Na última final começamos muito bem, em seguida, sofremos um péssimo gol. Depois disso, o Barcelona manteve a bola muito bem, como sempre fazem", disse Ferguson em entrevista à rádio Sirius XM. "O que nós temos que fazer é encontrar uma solução para o problema Xavi, Messi e Iniesta. Todo mundo está procurando isso porque eles são jogadores excepcionais. Nós também temos nossa parte. Temos jogadores que podem causar muito incômodo em qualquer time, e espero que os jogadores de ataque deem ao Barcelona os problemas que todo mundo acha que eles vão nos dar".

Ferguson está frustrado porque o United tem sido criticado nesta temporada pela ausência de um futebol vistoso apesar de a equipe precisar de apenas mais um ponto para faturar o 19º título inglês e alcançou a final da Liga dos Campeões pela terceira vez em quatro anos.

"Todo mundo tem dito que não é um bom time do Manchester United, que não estamos isto ou aquilo. Mas marcamos mais gols do que qualquer um [na Inglaterra]", disse Ferguson. "O nosso desempenho em casa tem sido magnífico. Estamos invictos na Europa. Estamos na final da Liga dos Campeões e nós vamos ganhar o campeonato obtendo mais um ponto. Você tem que colocar todas as críticas de lado porque eu tenho que ser realista, quando eu olho para minha equipe e pergunto: 'Estou satisfeito?' Os jogadores têm me dado tudo".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias