Crime na rede

OAB-CE denunciará ao MPF racismo de flamenguistas contra nordestinos

Presidente da entidade cearense quer punição aos ofensores na internet

Moisés Holanda
Moisés Holanda
Publicado em 12/05/2011 às 15:05
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
FOTO: Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

A Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) denunciará ao Ministério Público Federal os atos de racismo promovidos por torcedores do Flamengo contra nordestinos. A informação foi dada pelo presidente da entidade, Valdetário Monteiro, nesta quinta-feira (12/5) no Twitter, a ferramenta utilizada pelos criminosos após o jogo entre Ceará e Flamengo, na quarta-feira, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

A motivação foi a mensagem de uma internauta logo após a derrota do Flamengo para o Ceará, na noite da quarta-feira. @_AmandaRegis escreveu a seguinte ofensa: “Esses nordestinos pardos, bugres, indios acham que tem moral, cambada de feios. Não é atoa que não gosto desse tipo de raça”, disse ela no microblog.

O comentário da internauta gerou comoção entre os nordestinos a ponto de a hashtag #orgulhodesernordestino estar em primeiro lugar nos Top Trends do Twitter Brasil, uma ferramenta que mede os assuntos mais comentados do mais famoso microblog da web.
 
O @valdetario escreveu: “O criminalista @leandrovasques colabora nas peças jurídicas para o combate ao racismo contra nordestinos, via internet. A OABCE vai ao MPF. “Não aceitaremos ataques ao povo cearense, com discriminação clara. O futebol deve unir o nosso povo, jamais segregar por questões racistas".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias