Santos

De muito tempo, o Santos revela talentos

De Pelé, passando por Pita, Robinho e agora Neymar, o clube paulista descobre jogadores

Miguel Rios
Miguel Rios
Publicado em 22/06/2011 às 20:59
Leitura:

Quando Pelé encerrou a carreira no Brasil, em 1974, alguns analistas previram que o Santos se transformaria em força média do futebol paulista e teria dificuldades em revelar.

Mas, quatro anos depois, o futebol santista ressurgia das cinzas graças à safra liderada por Juary e Pita, que conquistou o título paulista de 1978. Era a primeira versão dos Meninos da Vila.

Depois disso, surgiram muitos outros craques até a revelação de Robinho, nascido em São Vicente e aprovado numa peneira realizada por Pelé em 1999. E, ao lado dele, Diego.

Neymar foi outra pérola formada pelo clube da Vila Belmiro. "O Santos descobre maior número de talentos porque é procurado pelos jovens em formação. Temos de aproveitar isso", explicou o presidente do clube Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias