Elogios // Críticas

Luxemburgo elogia Flamengo, mas critica árbitro

Flamengo perdeu dois dos seus principais jogadores para o confronto por conta de advertências aplicadas pelo árbitro André Luís de Freitas Castro

Aline Souza
Aline Souza
Publicado em 16/10/2011 às 11:28
Leitura:

O técnico Vanderlei Luxemburgo aprovou a atuação do Flamengo na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, sábado, em Fortaleza, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, mas saiu da partida insatisfeito com a arbitragem e preocupado com o próximo compromisso da equipe no torneio, em 23 de outubro, contra o Santos, no Engenhão.

O Flamengo perdeu dois dos seus principais jogadores para o confronto por conta de advertências aplicadas pelo árbitro André Luís de Freitas Castro. Ronaldinho Gaúcho foi expulso após desentendimento com Heleno, enquanto Thiago Neves recebeu o terceiro cartão amarelo por, supostamente, fazer "cera".

"Ele está com a regra debaixo do braço, mas precisa ter sensibilidade. O lance do Ronaldinho, o cartão amarelo seria o suficiente. No cartão do Thiago Neves, foi mais absurdo ainda. Ele estava com cãibras. Se ele achou que estava fazendo cera, era só dar desconto no fim do jogo. O que não pode é prejudicar a gente para o próximo jogo", reclamou.

A atuação do Flamengo no primeiro tempo, quando abriu 1 a 0, com gol de Deivid agradou o treinador. Luxemburgo escalou o Flamengo com apenas um volante - Aírton - e ele avaliou que a equipe teve bom desempenho e poderia até ter obtido uma vantagem mais confortável.

"Fizemos um primeiro tempo maravilhoso, já tinha usado essa formação algumas vezes no Carioca e com o Ronaldinho atuando dá mais qualidade ao time. O placar de 1 a 0 foi até pouco no primeiro tempo. Depois, com a expulsão do Ronaldinho que é um jogador que serve de referência, o adversário vai para cima", disse.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias