Adeus

Ricardo Teixeira deixa cargo no comitê executivo da Fifa

Após renunciar à presidência da CBF na semana passada, Teixeira agora fica sem nenhum cargo no futebol

João de Andrade Neto
João de Andrade Neto
Publicado em 19/03/2012 às 19:45
Leitura:

O ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Ricardo Teixeira renunciou nesta segunda-feira (19/3) ao cargo que tinha no Comitê Executivo da Fifa, representando o futebol sul-americano. O anúncio da saída do dirigente foi feito no começo da noite pelo site oficial da Conmebol.

De acordo com a entidade sul-americana, Teixeira enviou carta ao presidente da Conmebol, o paraguaio Nicolás Leoz, e comunicou a sua renuncia irrevogável. O brasileiro alegou que sua decisão foi tomada por "motivos particulares". Há uma semana, quando, também por meio de carta, deixou a CBF, afirmou que o fazia para cuidar da saúde.

Teixeira, que também já havia renunciado à presidência do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014 (COL), fica agora sem nenhum cargo no futebol. Na carta enviada à Conmebol, ele agradeceu a Leoz e aos membros do Comitê Executivo da entidade "pelo apoio e colaboração" que sempre deram. A Conmebol ainda não anunciou o seu substituto na Fifa.

Na presidência da CBF desde 1989, Teixeira vinha sendo citado em denúncias de corrupção. Os rumores sobre a saída dele CBF começaram a surgir em fevereiro. Há duas semanas, o dirigente se afastou do comando da CBF através de uma licença médica. Na segunda-feira passada, porém, deixou a presidência da entidade e do COL em definitivo. Nos dois cargos, foi substituído por José Maria Marin, seu vice-presidente.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias