europa

Owen revela que irá se aposentar no fim desta temporada

O jogador de 33 anos, que hoje defende o Stoke City, marcou 40 gols em 89 jogos pela Inglaterra e é o quarto maior artilheiro na história da seleção

Da Agência Estado
Da Agência Estado
Publicado em 19/03/2013 às 15:41
Reprodução
O jogador de 33 anos, que hoje defende o Stoke City, marcou 40 gols em 89 jogos pela Inglaterra e é o quarto maior artilheiro na história da seleção - FOTO: Reprodução
Leitura:

O atacante Michael Owen anunciou nesta terça-feira (19/3) que irá se aposentar ao fim desta temporada do futebol europeu. O jogador de 33 anos, que hoje defende o Stoke City, marcou 40 gols em 89 jogos pela Inglaterra, sendo um deles memorável diante da Argentina nas oitavas de final da Copa do Mundo de 1998, diz que tem a intenção de pendurar as chuteiras ao término deste Campeonato Inglês.

Owen é o quarto maior artilheiro da história da seleção inglesa, ficando atrás apenas de Bobby Charlton (49 gols), Gary Lineker (48) e Jimmy Greaves (44), e quando surgiu foi apontado como um dos mais promissores jogadores do futebol mundial.

Conhecido ser um jogador rápido, habilidoso e com muita qualidade nas finalizações, ele começou a sua carreira no Liverpool e ficou oito anos atuando pelo clube, pelo qual brilhou com 118 gols em 216 jogos, antes de se transferir para o Real Madrid. No time espanhol, ele acabou tendo pouco espaço em um ataque que contava com Ronaldo como estrela.

E, após apenas uma temporada no Real, Owen voltou para a Inglaterra, onde passou a defender o Newcastle e depois foi para o Manchester United. Atrapalhado por lesões, o atacante também teve passagens discretas por estes dois times e agora, pelo Stoke City, contabiliza apenas um gol marcado em 12 partidas.

"Com imenso orgulho anuncio minha intenção de deixar o futebol profissional ao final da desta temporada. Depois de ter jogado no Liverpool, pelo qual estreei com 17 anos, e jogar depois no Real Madrid, Newcastle United, Manchester United e Stoke City, sem esquecer as 89 vezes nas quais representei meu país, sinto agora que é o momento adequado de fechar a cortina da minha carreira", afirmou Owen, por meio de seu site oficial.

Além do golaço marcado contra a Argentina na Copa do Mundo de 1998, quando tinha apenas 18 anos e partiu do meio-campo com a bola, enfileirou defensores e chutou com precisão na saída do goleiro Roa, Owen teve como outro ponto alto de sua carreira o título da Copa de Inglaterra de 2001, quando marcou os dois gols do Liverpool na final contra o Arsenal. Ele também foi campeão da Copa da Uefa, hoje chamada de Liga Europa, na temporada 2000/2001.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias