Libertadores

Clássico paulista e estreias de Inter e Galo agitam 1ª semana da Libertadores

O tricolor faz sua estreia na competição, enquanto o Timão precisou passar pela pré-libertadores, eliminando com autoridade o Once Caldas

Da AFP
Da AFP
Publicado em 16/02/2015 às 17:14
Foto: MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
O tricolor faz sua estreia na competição, enquanto o Timão precisou passar pela pré-libertadores, eliminando com autoridade o Once Caldas - FOTO: Foto: MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
Leitura:

A fase de grupos da Libertadores começa esta semana com treze partidas, com destaque para o clássico paulista entre Corinthians e São Paulo e as estreias do Internacional e Atlético Mineiro, que iniciam sua campanhas fora de casa.

O Cruzeiro só fará sua estreia na semana que vem, no dia 24 de fevereiro, contra o Universitario de Sucre, na Bolívia.

O primeiro clube brasileiro a entrar em campo será o Inter, que encara nesta terça-feira outro clube boliviano, o The Strongest. Um adversário sempre difícil de ser batido quando joga em casa, nos 3.600 m de altitude de La Paz, e fez uma campanha surpreendente na temporada passada, chegando à oitavas de final.

No outro duelo válido pelo grupo 4, o Universidad, do Chile, recebe no mesmo dia os equatorianos do Emelec, em Santiago.

O difícil chave 2, que já ganhou rótulo de 'grupo da morte', começa com choque 100% brasileiro, o clássico paulista entre Corinthians e São Paulo, marcado para esta quarta-feira no Itaquerão. 

O tricolor faz sua estreia na competição, enquanto o Timão precisou passar pela pré-libertadores, eliminando com autoridade o Once Caldas, com vitória por 4 a 0 em casa e empate em 1 a 1 na Colômbia.

O outro favorito do grupo, o atual campeão San Lorenzo, deve ter uma estreia mais tranquila no campo do Danubio, do Uruguai, que tem tudo para ser o saco de pancadas da chave.

'Gigantes' argentinos estreiam

No mesmo horário que o clássico paulista (22h00 no horário de Brasília), o Atlético Mineiro, campeão em 2013 visita o tradicional Colo-Colo, do Chile, que conquistou o título 1991.

O Galo perdeu seu principal jogador, o atacante Diego Tardelli, vendido para o futebol chinês, mas ganhou um reforço de peso, o argentino Lucas Pratto (ex-Vélez Sarsfield).

Na outra partida do grupo 1, o Atlas recebe o Santa Fe, da Colômbia.

Esta semana também marcará a estreia dos 'Gigantes' argentinos Boca Juniors e River Plate.

Hexacampeão da competição (1977, 1978, 200, 2001, 2003 e 2007), o Boca joga na quarta-feira pelo grupo 5, contra o Palestino, clube que, como o nome indica, representa a numerosa comunidade palestina do Chile.

Já o River, que conquistou a Copa Sul-Americana em dezembro, volta a disputar a Libertadores depois de longos cinco anos de ausência. Os 'milionários' fazem o primeiro jogo na quinta-feira, na altitude de Oruro, na Bolívia onde encara o San José, pelo grupo 6.

Foi neste mesmo estádio que ocorreu a tragédia de 2013, quando um jovem torcedor boliviano foi atingido por um sinalizador disparado desde a arquibancada reservada à torcida do Corinthians.

Outro time tradicional da argentina, o Racing, visita nesta terça-feira os venezuelanos do Deportivo Táchira, que eliminou na pré-Libertadores o tradicional Cerro Porteño, do Paraguai.

Vice-campeão da Copa Sul-Americana e carrasco do Galo nas oitavas de final da última edição da Libertadores, o Atlético Nacional, da Colômbia, visita o Libertad, na quinta-feira, pelo grupo 7.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias