Pernambucano

Santa Cruz e Náutico apostam nos reforços para clássico

Tricolores tem Uillian Correia e Léo Moura, enquanto Timbu conta com Henrique e Rafael Coelho

Diego Toscano e Filipe Farias
Diego Toscano e Filipe Farias
Publicado em 19/03/2016 às 8:10
Arte/JC Imagem
Tricolores tem Uillian Correia e Léo Moura, enquanto Timbu conta com Henrique e Rafael Coelho - FOTO: Arte/JC Imagem
Leitura:

Com duas equipes que se conhecem muito, Santa Cruz e Náutico devem apostar nos novos reforços para surpreender no Clássico das Emoções deste domingo (20), no Arruda, pelo Pernambucano. Pelo lado tricolor, as novidades são o lateral Léo Moura e o volante Uillian Correia. Já nos alvirrubros, o lateral Henrique e o atacante Rafael Coelho são as novas caras da Rosa e Silva.

Apesar de comemorar a chegada dos reforços, o técnico Marcelo Martelotte não adiantou se os dois irão começar como titular ou não no Clássico das Emoções. “Eles serão relacionados. Se iniciam é um problema que a gente vai resolver no próximo treino. Pode acontecer (serem titulares). Não é certo, mas pode. Vamos fazer algumas experiências e definir a equipe a partir daí”, disse Martelotte.

Apresentado pelo Santa Cruz na última quinta (17), Uillian Correia afirmou que ainda não está 100%, mas que vai fazer o possível para ajudar o clube. “Vim para somar, dar minha parcela de contribuição. Vinha treinando, mas o ritmo de jogo pesa um pouco. Vou jogar o máximo que aguentar”, afirmou o volante, que acredita que os tricolores tem obrigação de vencer. “Clássico se define em detalhes. Dentro de casa, com o apoio do nosso torcedor, não podemos pensar em outro resultado a não ser a vitória”, explicou.

Experiente, Léo Moura afirmou que está ansioso para pisar no gramado do Arruda, e que não tem preferência de posição para o clássico. “Eu já vinha jogando no meio há três ou quatro meses, e estou totalmente adaptado (à posição). Porém, se o treinador precisar de mim também na lateral, não vai ter problema nenhum. Quero estrear logo”, ressaltou o jogador.

Vivendo um momento difícil na temporada, Léo Moura sabe que a sua estreia também vai ser cercada de expectativa pela torcida, que está na bronca com o Santa. “Quando você vem para um clube grande como esse, tem que estar preparado para cobranças. Sou um cara experiente e sei lidar com isso. Acredito muito que esse grupo vai dar muitas alegrias.”

No Náutico, a expectativa da torcida é pela estreia do atacante Rafael Coelho, principal contratação do clube até o momento. “Eu estou treinando há três semanas. Lógico que quero estrear o mais rápido possível, mas a gente tem de tomar alguns cuidados, pois minha última partida foi dia 20 de dezembro. Mas se o professor precisar de mim estou à disposição. Se quiser que eu vá para o jogo eu vou, estou aqui pra ajudar o time e os nossos companheiros”, falou Coelho.

Contudo, Gilmar Dal Pozzo foi mais cauteloso quanto a utilização do centroavante no clássico, e não quer queimar etapas para não correr o risco de perder o jogador para o restante da competição.

“A gente não vai acelerar a estreia dele porque ainda tem o restante do campeonato. Vamos manter o planejamento previsto e ele (Rafael Coelho) deve jogar 20 ou no máximo 30 minutos”, revelou o comandante alvirrubro.

Confirmado mesmo de que vai disputar o primeiro clássico em Pernambuco é o lateral esquerdo Henrique. O jogador estreou com a camisa do Náutico na goleada diante do América por 5x0, no Arruda, e volta ao estádio agora para encarar o rival Santa Cruz.

“Particularmente gosto de clássicos. Ano passado quando subi para o profissional um dos meus melhores jogos foi num clássico, contra o Atlético-PR. Esse ano o meu segundo jogo na temporada também foi um clássico - vitória sobre o Paraná. Procuro me concentrar durante a semana, montar o jogo na minha mente para no jogo estar preparado”, explicou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias