LIGA DOS CAMPEÕES

Desafiado, Barcelona tenta missão quase impossível

Time espanhol precisa devolve o resultado de 4x0 do PSG

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 08/03/2017 às 7:01
AFP
Time espanhol precisa devolve o resultado de 4x0 do PSG - FOTO: AFP
Leitura:

Nada abala a confiança do Barcelona, ao menos no discurso. Na véspera do novo duelo contra o Paris Saint-Germain, o técnico Luis Enrique disse acreditar numa goleada de até seis gols do time catalão sobre os franceses, no Camp Nou, na partida da volta das oitavas de final da Liga dos Campeões. Para avançar no confronto marcado para esta quarta (8/3) às 16h45, o Barcelona precisa vencer por cinco gols de diferença. Isso porque perdeu por 4×0 no jogo de ida, na França.

O time catalão marcou nada menos que 11 gols nos dois últimos jogos pelo Campeonato Espanhol, contra o Celta de Vigo (5×0) e Sporting Gijón (6×1). Para tentar surpreender o PSG, o treinador do Barcelona testou até mudanças no esquema tático do time, trocando o 4-3-3 pelo 3-4-3. Lembrando que Luis Enrique já adiantou que não vai permanecer no clube ao fim da temporada.

Por sua vez, o PSG conseguiu o inimaginável ao golear o Barça no duelo de ida, na França. Por causa desse resultado, a equipe tem vantagem extremamente confortável para a volta, mas o respeito e a postura serão os mesmos da primeira partida. Pelo menos foi isso que garantiu o técnico Unaí Emery.

Para ser eliminado, o PSG precisa ser derrotado por cinco gols de diferença. A devolução do resultado de 4×0 0 leva a partida para a prorrogação.

ALEMANHA

No outro jogo que definirá outro classificado às quartas de final da Liga dos Campeões nesta quarta-feira, o Borussia Dortmund também jogará em casa para reverter uma vantagem de seu adversário. Mas essa bem menor do que a ostentada pelo PSG. Também em duelo marcado para começar às 16h45, o time alemão recebe o Benfica, que ganhou o confronto de ida por 1×0, em Lisboa.

Para passar pelo time português, o clube aposta muito de suas fichas na força de sua fanática torcida no estádio Signal Iduna Park, onde o time é sempre muito forte. Para o duelo, o técnico Thomas Tuchel confirmou que o meia Raphael Guerreiro é dúvida na escalação da equipe por causa de uma lesão muscular.

Por ter vencido o duelo de ida, o Benfica jogará por um empate para ir às quartas de final, enquanto o Dortmund precisa vencer

por 2×0. Em caso de vitória por 1×0, a disputa da vaga irá para a prorrogação. Se o time português marcar um gol, irá obrigar a equipe alemã a marcar pelo menos três, tendo em vista o maior peso dos tentos marcados fora de casa.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias