mundial

Com apoio de Trump, EUA, Canadá e México lançam proposta para Copa

Copa do Mundo pode ter pela primeira vez três países como sede. O mundial de 2026 terá 48 seleções e exigirá 12 séries

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 10/04/2017 às 16:37
Divulgação
Copa do Mundo pode ter pela primeira vez três países como sede. O mundial de 2026 terá 48 seleções e exigirá 12 séries - Divulgação
Leitura:

Estados Unidos, Canadá e México anunciaram em Nova York o projeto de uma candidatura única para ser palco da Copa do Mundo de 2026, no torneio que terá 48 seleções e exigirá 12 sedes. Os norte-americanos ainda garantem: o presidente Donald Trump apoia o projeto, inclusive com a presença mexicana.

"Queremos a Copa de volta para a região", disse Sunil Gulati, presidente da Federação de Futebol dos Estados Unidos (USSoccer, na sigla em inglês). "Vamos lançar uma candidatura única", afirmou. A proposta prevê um torneio de 80 jogos. Destes, 60 serão nos EUA, com 10 no Canadá e outros 10 no México.

Entre os planos que começam a ser desenhados, um deles prevê que o estádio Azteca, na Cidade do México, seja o local da abertura da Copa do Mundo, o que o tornaria o único do mundo a ter recebido três Mundiais (1970, 1986 e 2026).

A final seria em Pasadena, local que também já foi usado em 1994 no Mundial vencido pelo Brasil. No Canadá, pelo menos uma semifinal seria disputada, além de jogos das fases de grupo.

NOVO FORMATO

Pelo novo plano da Fifa, as 48 seleções serão divididas em 16 grupos de três seleções cada. Se a entidade admite que o Mundial expandido vai garantir um aumento de renda de US$ 1 bilhão, ele também vai exigir uma nova estrutura para receber um número recorde de atletas e de torcedores.

 

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias