Carcará

Mantra no Salgueiro é redobrar a concentração nos mata-matas

Técnico Evandro Guimarães cobra atenção do time e diz que não há margem para erros

Alexandre Arditti
Alexandre Arditti
Publicado em 10/04/2017 às 16:53
JC Imagem
Técnico Evandro Guimarães cobra atenção do time e diz que não há margem para erros - JC Imagem
Leitura:

Redobrar a concentração. Esse é o mantra que começou a ser entoado pelo técnico Evandro Guimarães para os atletas do Salgueiro às vésperas do início das semifinais do Pernambucano. Para o treinador, o fato de o Carcará ter terminado o Hexagonal do Título na liderança pouco importa agora. Um outro campeonato começa com os “mata-matas” e qualquer erro pode custar caro ao time sertanejo, que tem folha salarial de R$ 140 mil, bem aquém do Trio de Ferro.

“Agora, temos que mudar a chave. Muda o formato do campeonato, vêm os mata-matas. As equipes são as mesmas da fase anterior, mas a concentração tem que mudar. Temos que estar muito mais atentos com tudo o que envolve as semifinais”, afirmou Evandro Guimarães, gaúcho de 43 anos, que refuta a alcunha de azarão do Salgueiro contra os três grandes de Pernambuco. “Não podem nos tratar como azarão. É verdade que não dá para comparar folha salarial, mas o lado financeiro não entra em campo. Salário não mede competência e capacidade dos atletas. O que faz diferença é o poder de decisão que os jogadores têm nas quatro linhas”, completou.

Essa é a quinta vez que o Salgueiro disputa as semifinais do Pernambucano, sendo a quarta consecutiva. O fato de muitos atletas do atual elenco do Carcará terem estado nas campanhas passadas é visto como um trunfo pelo treinador. “Ajuda, porque eles já conhecem a atmosfera de uma fase decisiva, entendem melhor o que estamos falando. É mais fácil percorrer uma estrada que já conhecemos, que sabemos das curvas, das dificuldades de trilhá-la”, afirmou.

Sobre a possibilidade de a partida do Salgueiro ser transferida para o sábado ou para a segunda-feira – a FPF deve se pronunciar nesta terça-feira (11) sobre as datas das semifinais –, o técnico Evandro Guimarães mostrou-se tranquilo. De acordo com ele, em nenhum dos casos haverá prejuízo para a preparação do Carcará. “Temos a semana inteira para trabalhar a equipe. Jogar no sábado ou na segunda, não vai fazer diferença”, afirmou o comandante, que contará para as semifinais com o retorno do experiente lateral Marcos Tamandaré, recuperado de dores musculares.

Prestes a disputar a sua sétima semifinal de Estadual em dez anos de carreira (esteve em três na Bahia, duas no Paraná e outra no Maranhão), Evandro Guimarães não esconde a satisfação de ter avançado com o Salgueiro em seu primeiro trabalho em Pernambuco. Agora, não esconde que sonha em ir mais longe. “Todos estão motivados e trabalhando pelo título. Algo inédito para o Sertão pernambucano. Isso seria bom para toda a região. Mas sabemos que para isso teremos que trabalhar muito, pois ainda estamos muito longe”, disse.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias