Goleiro Bruno

Goleiro Bruno será pai pela quarta vez, diz advogado

Acusado pela morte de Eliza Samúdio, goleiro teria engravidado a esposa, uma dentista

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 28/04/2017 às 21:43
Foto: Reprodução/Internet
Acusado pela morte de Eliza Samúdio, goleiro teria engravidado a esposa, uma dentista - FOTO: Foto: Reprodução/Internet
Leitura:

O goleiro Bruno Fernandes, acusado pela morte e ocultação de cadáver de Eliza Samudio e pelo sequestro e cárcere privado do filho Bruninho, será pai pela quarta vez. A mulher do goleiro, a dentista Ingrid Calheiros, está grávida, segundo informação confirmada pelo advogado do goleiro, Lúcio Adolfo.

Além de Bruninho, filho do goleiro com Eliza Samudio, Bruno tem duas filhas com a ex-mulher Dayanne Souza. Adolfo, no entanto, não deu mais detalhes sobre a gravidez. "Isso é questão de família. Eu sou o advogado", disse. A reportagem não conseguiu contato com Ingrid.

Bruno se casou com Ingrid em junho do ano passado, em uma cerimônia realizada na Associação de Proteção e Assistência ao Condenado (Apac) de Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, onde cumpria pena.

A cerimônia foi celebrada por uma pastora da Igreja Quadrangular, dentro da Apac.

Prisão

Bruno voltou a ser detido nesta quinta-feira (28) após decisão do Supremo Tribunal Federal. Ele ficou dois meses em liberdade por causa de uma liminar concedida pelo ministro Marco Aurélio Mello em 21 de fevereiro, que o havia liberado com os argumentos de que o jogador tem bons antecedentes e que o recurso da defesa ainda não fora apreciado pelo Tribunal de Justiça mineiro.

Nesta sexta-feira, 28, o juiz da Vara de execuções de Contagem (MG), onde ocorreu o julgamento do jogador Bruno Fernandes, atendeu pedido da defesa do goleiro e autorizou o atleta a cumprir pena em Varginha, onde ele mantém contrato com um time de futebol, o Boa Esporte. Ainda nesta sexta, o advogado do goleiro entrou com um pedido de revogação da prisão preventiva.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias