SÉRIE D

Serra Talhada desiste de disputar a Série D do Campeonato Brasileiro

Clube sertanejo alegou problemas financeiros para tomar a decisão

Matheus Cunha
Matheus Cunha
Publicado em 11/05/2017 às 19:39
Geovane Oliveira/Serra Talhada
Clube sertanejo alegou problemas financeiros para tomar a decisão - FOTO: Geovane Oliveira/Serra Talhada
Leitura:

O Serra Talhada abdicou da sua vaga na Série D do Campeonato Brasileiro. Alegando problemas financeiros e estruturais, o Cangaceiro comunicou à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que não irá disputar a competição nacional neste ano. O time havia conquistado a vaga na Quarta Divisão, tanto deste ano quanto do ano passado, após terminar a primeira fase do Campeonato Pernambucano em terceiro na classificação geral, em 2016.

Os problemas financeiros do time sertanejo não são de hoje. No início do ano, a equipe cogitou desistir do Estadual, alegando justamente os mesmos problemas já citados. A participação só aconteceu após o clube receber o apoio de algumas empresas locais. Mas, devido o planejamento tardio, o Serra fez uma campanha pífia no Pernambucano, terminando o hexagonal do rebaixamento na vice-lanterna e rebaixado à Série A2.

“É oficial, não vamos jogar a Série D. Essa desistência se deu por conta de questões de estrutura e problemas financeiros. Para a gente entrar e não fazer uma boa campanha não vale a pena. Pagar um grupo como paguei no pernambucano, é difícil. Vamos manter um trabalho de base para voltar forte no ano que vem”, afirmou Zé Raimundo, presidente do Serra Talhada, fazendo referência aos problemas com a seca vivida no Sertão do Estado, o que comprometeu significativamente a qualidade do gramado do estádio Pereirão, local das partidas do clube.

ATLÉTICO-PE DEVE ASSUMIR VAGA

Quem deve assumir a lacuna deixada em aberto pelo Cangaceiro é o Atlético-PE. A equipe terminou como lanterna da Série A1 do Pernambucano esse ano e também foi rebaixada para a Segunda Divisão. Porém, no ano passado, o Tatu-Bola terminou em quarto na classificação geral da primeira fase, se tornando assim o natural sucessor a vaga. A reportagem do JC entrou em contato com a direção do time de Carpina, mas não obteve retorno. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias