COPA DAS CONFEDERAÇÕES

Draxler escreve carta, agradece torcedor russo e elogia torneio

O capitão da seleção alemã disse que o time cresceu junto na Rússia

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 30/06/2017 às 22:18
AFP
O capitão da seleção alemã disse que o time cresceu junto na Rússia - FOTO: AFP
Leitura:

Depois de golear o México na última quinta-feira por 4x1, no estádio Olímpico, em Sochi, a seleção da Alemanha chegou nesta sexta em São Petersburgo, onde disputará a final da Copa das Confederações, que está sendo disputada na Rússia, neste domingo, na Arena Zenit, contra o Chile. A equipe comandada pelo técnico Joachim Löw fará um último treino neste sábado.

Entusiasmada pela boa campanha na Copa das Confederações, a atual campeã mundial ainda viu o meia-atacante Julian Draxler, um dos grandes destaques do time, fazer uma homenagem ao torcedor russo nesta sexta-feira.

Embora houvesse certo clima de temor antes do início da competição, devido ao histórico de violência e racismo no futebol russo, o torneio não registrou qualquer incidente negativo. Draxler, assim, escreveu uma carta aberta.

"Caro torcedor russo, tivemos o prazer de passar as últimas três semanas em seu país e, agora que a Copa das Confederações está perto do fim, gostaríamos de agradecer. Agradecer por sua brilhante organização, pelas inúmeras mãos estendidas ao longo do caminho e por sempre nos fazer sentir seguros", escreveu o atleta do Paris Saint-Germain.

PESSOAL

Além de enaltecer algumas atrações do país, de afirmar que a Rússia passou pelo teste com grande mérito e de elogiar os estádios da competição, Draxler comentou que tem razões pessoais para festejar o torneio.

"Fui escolhido pela primeira vez como capitão para liderar a Alemanha. Este jovem time cresceu junto na Rússia, com paixão e disciplina. Todo jogador deu o melhor, dentro e fora do campo", destacou o meia-atacante. "Estamos já ansiosos para retornar em 2018".

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias