Regional

Tour da Taça chega ao Recife com troféu da Copa do Nordeste

A "Orelhuda ficará disponível para visitação na capital pernambucana até esta sexta-feira (2)

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 29/01/2018 às 12:17
Luana Ponsoni/Editoria de Esportes
A "Orelhuda ficará disponível para visitação na capital pernambucana até esta sexta-feira (2) - FOTO: Luana Ponsoni/Editoria de Esportes
Leitura:

O torcedor pernambucano vai ter a oportunidade de conhecer de perto a taça que já foi levantada por Sport (2014) e Santa Cruz (2016). Até esta sexta-feira (2), a “Orelhuda”, como é conhecido o troféu da Copa do Nordeste, vai estar disponível para visitação no Recife durante a quarta edição do Tour da Taça. A exposição do objeto de desejo dos 16 clubes que estão disputando a 15ª edição do Nordestão começou na capital pernambucana, na manhã desta segunda (29), na estação central do metrô do Recife.

A “Orelhuda” ficou à disposição dos torcedores no local até as 12h. Depois, o Tour da Taça vai a percorrer os bairros da região central. Nesta quarta (30), a visitação será nos principais veículos de comunicação do Estado, partindo às sedes do Náutico e do Santa Cruz na quinta-feira (1). Quarta (31) e sexta (2) serão os dias em que o troféu ficará disponível no Shopping RioMar.

Durante o tempo em que esteve exposta no metrô, a taça recebeu a visita de muitos torcedores e curiosos. Chamou atenção, porém, o grande número de rubro-negros interessados em conhecer o objeto de perto. O Sport é o único clube, dentre os que compõem o trio de ferro do Estado, a não disputar o Nordestão 2018.

“É uma emoção muito grande (ver a taça de perto), mas, infelizmente, este ano, não tem como ser nossa. Em 2019, com certeza, estaremos de volta (ao Nordestão) e o título será nosso” disse o encarregado de elétrica Irapuã Bernardo.  “Mesmo sendo rubro-negro, vim ver a taça por curiosidade. É uma pena o Sport não estar jogando, poderíamos brigar pelo título”, lamentou o motorista Eunídio José.

Os tricolores também marcaram presença. Muitos enxergaram o troféu como uma esperança no processo de reconstrução do clube, rebaixado à Terceira Divisão no ano passado. “Eu espero que este ano o Santa Cruz melhore. Que a diretoria consiga resolver todos os problemas e que a gente possa chegar à final e levantar de novo essa taça aí. Espero, né?”, comentou o auxiliar de escritório Luciano Roberto.

PROGRAMAÇÃO

O Tour da Taça começou no último dia 15, em Salvador. A ideia é que a exposição itinerante percorra todas as capitais do Nordeste em dois meses.

“O Recife é a quarta capital que visitamos. Daqui, vamos para Campina Grande e João Pessoa. Depois, vamos subindo para Natal, Fortaleza, São Luiz, Teresina... Temos uma agenda maior nas principais capitais do Nordeste. Costumamos ficar de segunda a sexta-feira. Nas menores, a visita costuma durar dois dias”, comentou a coordenadora do Tour da Taça, Marcelle Jannuzzi.

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias