CALMA

Técnico do Central pede pés no chão após classificação contra Sport

Mauro Fernandes garante que chegar à final com o Central tem um sabor especial

Matheus Cunha
Matheus Cunha
Publicado em 22/03/2018 às 0:40
Alexandre Gondim/JC Imagem
Mauro Fernandes garante que chegar à final com o Central tem um sabor especial - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O técnico Mauro Fernandes adotou o discurso de pés no chão após a vitória do Central por 1x0, nesta quarta-feira, contra o Sport. O experiente treinador já foi campeão pernambucano com o Leão e leva a Patativa pela primeira vez à final. Contudo, o feito não enche seus olhos. O principal objetivo da temporada ainda segue a conquista do título.

“Montamos uma equipe que está fazendo três meses agora. Tivemos um time que não oscilou na competição até o momento. Mas também não podemos nos empolgar por estar na final. Agora é ter tranquilidade nesses dias que faltam e a equipe ter maturidade suficiente para conseguir esse titulo tão sonhado”, afirmou o treinador.

Mauro já havia chegado à decisão do Estadual também com o Náutico, além do próprio Sport. Mas o comandante ressaltou que agora o gosto é diferente. Tendo em vista as dificuldades encontradas no clube do interior.

“Com o Central é uma coisa inédita. Você formar um grupo com três meses e tentar o titulo... Mas tudo isso será esquecido se não conseguirmos a tão sonhada conquista. Agora temos que trabalhar com o máximo de respeito”, completou.

TORCIDA FORTE

A Patativa teve ontem o seu maior público na temporada. Foram 8.530 pagantes no Lacerdão e uma renda de R$ 189.030. Para Fernandes, o apoio da torcida foi fundamental no triunfo ante o Leão. “A torcida é a razão do futebol. Mesma coisa o artista ir ao teatro e não ver ninguém”, concluiu.

Últimas notícias