Pernambuco

Ex-presidente do Náutico será um dos vices de Evandro Carvalho na FPF

Eleição da FPF terá chapa única encabeçada pelo atual presidente Evandro Carvalho

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 17/09/2018 às 18:37
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Eleição da FPF terá chapa única encabeçada pelo atual presidente Evandro Carvalho - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

O ex-presidente do Náutico, Paulo Wanderley, será um dos vice-presidentes na chapa do atual presidente Evandro Carvalho na eleição da Federação Pernambucana de Futebol (FPF). Em entrevista ao Jornal do Commercio, o ex-dirigente alvirrubro confirmou que aceitou o convite do atual líder da entidade. O pleito acontece na próxima terça-feira e o atual mandatário será aclamado, pois existe apenas um grupo na disputa. 

"Sim, eu sou um dos vices. A Federação Pernambucana de Futebol tem três, um de cada time. E serei um dos. Recebi o convite do presidente Evandro Carvalho e aceitei", afirmou Paulo Wanderley. "Para mim, é uma honra fazer parte do quadro da Federação independente da posição. Ele (Evandro Carvalho) sabe do nosso passado, da nossa história no futebol, temos uma longa amizade", completou. 

Os outros dois vices serão Pedro Lacerda e Murilo Falcão. Esse último, ex-diretor do Santa Cruz, permanece acumulando o cargo de diretor de competições da FPF e será o 3º vice-presidente. O outro, ex-dirigente do Sport, continua na posição de 1º sucessor. Já Paulo Wanderley será o 2º vice.  

EVANDRO

Em entrevista ao JC, o atual presidente Evandro Carvalho revelou que a tradição da entidade foi mantida e o ex-presidente do Náutico foi escolhido pelo passado ligado ao futebol pernambucano. "Sempre existiu o costume de cada vice-presidente ser de um clube grande da capital. Como Paulo Wanderley foi presidente do Náutico, é uma pessoa da minha relação de amizade, essa é a novidade da escolha", declarou o mandatário.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias