Alvirrubro

Na Argentina, presidente e vice do Náutico trabalham por parcerias

Dirigentes estão em Rosário, cidade do Newells Old Boys, adversário do Náutico na reabertura dos Aflitos

JC Online
JC Online
Publicado em 22/11/2018 às 11:16
Náutico/Reprodução
Dirigentes estão em Rosário, cidade do Newell’s Old Boys, adversário do Náutico na reabertura dos Aflitos - FOTO: Náutico/Reprodução
Leitura:
Com informações da assessoria de comunicação do Náutico

O presidente do Náutico, Edno Melo, e o vice, Diógenes Braga, estão aproveitando a estadia na Argentina para estreitar os laços com o Newell’s Old Boys (NOB). A equipe será o adversário do Timbu na reabertura do estádio dos Aflitos, marcada para o dia 16 de dezembro. Os dirigentes estão em solo argentino desde a última segunda-feira (20) e devem retornar ao Recife nesta sexta (23). Durante o tempo de permanência em solo argentino, eles trabalham para estabelecer parcerias com o clube da cidade de Rosário.  

BASE

No diálogo estabelecido entre os dirigente do alvirrubro pernambucano e do time argentino,  as divisões de base estiveram sempre em pauta. Edno e Diógenes aproveitaram também para conhecer o estádio do Newell’s, além do Centro de Treinamento, sendo recebidos pelo vice-presidente do clube, Cristian D’Amico, e todo o staff do futebol.

Projetos sociais, junto com a Fundação Leo Messi também entraram na agenda. O clube argentino foi onde o craque deu seus primeiros passos no futebol, antes de partir para o Barcelona, ainda criança.

“Escolhemos o Newell’s Old Boys já levando em conta projetos que poderíamos efetivar juntos, pelo perfil do clube, a importância que ele dá à base e à formação de atletas. O convite para a visita partiu deles e está sendo uma ótima oportunidade de abrir diálogo. Tenho certeza de que colheremos bons frutos”, disse Edno Melo.

Segundo Diógenes Braga, ter como parceiro um clube mundialmente conhecido contribui para o atual momento do Náutico vive. Para o dirigente, a fase é propícia a novos projetos. “Vamos retribuir (a receptividade) quando chegarem ao Recife, e avançar nas conversas que ingeriam uma nova visão ao futebol, que vai muito além de jogos e títulos, mas envolve as vidas de milhares de pessoas”, destacaram.

Últimas notícias