libertadores

Gestores oferecem Mineirão para receber final da Libertadores

Local da final da Libertadores ainda não foi definido pela Conmebol. Entidade se reunirá com representantes de Boca Juniors e River Plate nesta terça-feira

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 27/11/2018 às 12:25
AFP
Local da final da Libertadores ainda não foi definido pela Conmebol. Entidade se reunirá com representantes de Boca Juniors e River Plate nesta terça-feira - FOTO: AFP
Leitura:

A administradora do estádio do Mineirão enviou um ofício à Conmebol se oferecendo para sediar a segunda partida da final da Copa Libertadores, entre River Plate e Boca Juniors. Os clubes argentinos teriam de arcar apenas com os custos operacionais do estádio, sem precisar pagar aluguel.

A Conmebol tomará uma decisão sobre local, data e horário da partida em reunião marcada para esta terça-feira na sede da entidade, em Luque, no Paraguai, com a presença dos presidentes dos dois finalistas.

ALTERNATIVA

A arena de Belo Horizonte se colocou como alternativa para sediar o decisivo jogo após o ônibus do Boca ser atacado por torcedores do River no último sábado. As janelas do veículo foram quebradas e estilhaços de vidro causaram lesões nos olhos do volante Pablo Pérez, capitão do Boca, e do jovem Gonzalo Lamardo.

Ambos tiveram de ir para o hospital após o ataque. Com isso, após horas de impasse, os presidentes dos dois clubes pediram pelo adiamento da final e a Conmebol aceitou. O jogo foi adiado para o domingo, data em que também não foi disputado o duelo. A data será definida nesta terça.

Agora permanece a dúvida sobre se a final será disputada no Monumental de Núñez, em outro estádio argentino ou sul-americano, e se terá presença da torcida. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias