arbitragem

Fifa se diz ''muito satisfeita'' com o VAR na Copa feminina

A entidade divulgou os números da arbitragem durante o Mundial

Karoline
Karoline
Publicado em 12/07/2019 às 16:47
Notícia
Foto: FRANCK FIFE / AFP
A entidade divulgou os números da arbitragem durante o Mundial - FOTO: Foto: FRANCK FIFE / AFP
Leitura:

Cinco dias após a final da Copa do Mundo que sagrou os Estados Unidos tetracampeão mundial de futebol feminino, a Fifa divulgou os dados das arbitragens das 52 partidas, afirmando satisfação. O Mundial contou com o árbitro de vídeo e, para a entidade, o uso do VAR contribuiu para o sucesso da arbitragem no evento.

"Os árbitros das partidas trabalharam duro nos últimos anos. As performances observadas em campo estão absolutamente alinhadas com as nossas expectativas. Também estou muito satisfeito que o VAR funcionou muito bem", disse o dirigente do Comitê de Arbitragem Pierluigi Collina.

Durante a competição, houveram 535 checagens, uma média de 1,58 por jogo, com 0,63 revisões a cada partida. Em 33 revisões do árbitro de vídeo, 29 mudaram as decisões das árbitras centrais, sendo 21 no decorrer da partida e outras oito com a juíza indo até o monitor observar.

Segundo o diretor, os árbitros que trabalharam neste evento começaram a treinar com o VAR depois da Copa masculina de 2018. "Aplicar as regras é o trabalho dos árbitros e eles não podem se abster", emendou. Com o recurso, o percentual de correções acertadas foi de 98,5%. Apenas oito decisões terminaram erradas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias