Repercussão

Nilson se solidariza com garoto do sub-20 do Sport, vítima de injúria racial

Técnico campeão da Série A2 do Campeonato Pernambucano mandou mensagem de apoio a Rafael da Costa, do Sub-20 do Sport

JC Online
JC Online
Publicado em 11/11/2019 às 15:53
Twitter/Reprodução
Técnico campeão da Série A2 do Campeonato Pernambucano mandou mensagem de apoio a Rafael da Costa, do Sub-20 do Sport - FOTO: Twitter/Reprodução
Leitura:

O ex-goleiro do Santa Cruz, Náutico e técnico do Decisão, Nilson, mandou mensagem de apoio ao jogador Rafael da Costa, de 17 anos, vítima de injúria racial no último sábado (9). O atleta do sub-20 do Sport estava atuando em partida do Estadual, contra o Barreiros Futebol Clube, quando foi chamado de "macaco". Ao saber do episódio, o treinador campeão da Série A2 do Campeonato Pernambucano prontamente se solidarizou com o garoto e lamentou o ocorrido.

"Eu quero que Rafael saiba que eu sou totalmente solidário a ele. No que ele precisar, pode contar comigo, não só porque eu também sou negro. Se ele precisar que eu grite ao lado dele, eu vou gritar. E que ele não se deixe abater por essas coisas e siga firme jogando futebol", disse Nilson.

 O técnico do Decisão já foi vítima do mesmo tipo de crime, previsto no 140, parágrafo terceiro do Código Penal, quando era goleiro do Santa Cruz. Em muitas partidas do tricolor do Arruda contra o Náutico, a torcida alvirrubra entoava cânticos imitando um macaco para tentar intimidá-lo.

Por ironia do destino, Nilson foi um dos principais destaques do Náutico quando passou a defender o time em 2004, ano do último título do Timbu antes do longo jejum até a conquista do Pernambucano de 2018. 

MUDANÇA

"Não me afeta, eu sigo a minha a vida. É claro que a gente tem de falar, tem de se posicionar. O poder de mudar algo é de quem tem a caneta. Os políticos, o Congresso precisam tomar atitudes para que isso mude, para que haja punição", observou.  

Últimas notícias